Rejeições NF-e e NFC-e



Quando precisamos emitir uma nota, o esperado é sempre a mensagem de autorização, assim como no exemplo abaixo, porém nem sempre isso ocorre. Em muitos casos nos deparamos com algumas rejeições, então o intuito deste post é agrupar o máximo de informações possíveis a respeito desses retornos e rejeições da SEFAZ para facilitar futuros atendimentos, então pedimos que sempre que possível, alimentem este post com mais informações.

1>   Validando nota
2>   Gerando XML
3>   Assinando nota
4>   Transmitindo nota
5>   Salvando dados autorização 
6>   Preparando impressão
7>   Nota Fiscal autorizada e disponível para impressão.


Basta apertar CTRL + F e buscar os códigos de rejeição ou retorno a esquerda


Código – Descrição

100Retorno: Autorizado o uso da NF-e
  • Este retorno será apresentado, quando não houver nenhuma falha/erro nos dados informados na NF-e enviada, esta mensagem, é a confirmação da emissão da nota.

101Retorno: Cancelamento de NF-e homologado
  • Este retorno era apresentado para o cancelamento de uma NF-e, porém este tipo de cancelamento foi desativado, ficando em vigor, apenas o cancelamento por evento.

102Retorno: Inutilização de número homologado
  • Este retorno será apresentado quando for inutilizado com sucesso uma faixa de numeração.

103Retorno: Lote recebido com sucesso
  • Este retorno será apresentado quando a SEFAZ receber o lote de NF-e enviado e o Webservice estará processando o XML para verificar sua autenticidade.

  • Em algumas situações esse retorno ocorre por não estar configurado corretamente o modo de envio (síncrono ou assíncrono).


104Retorno: Lote processado
  • Este retorno será apresentado quando o lote enviado já estiver sido processado, e a SEFAZ já terá um retorno sobre a respectiva nota.

105Retorno: Lote em processamento
  • Este retorno será apresentado quando for realizado uma consulta pelo número de recibo do lote e o Webservice ainda não terminou de processar o XML enviado. Mais detalhes acesse este post.

106Retorno: Lote não localizado
  • Este retorno será apresentado quando houver alguma instabilidade nos servidores da SEFAZ. Aguarde e faça o reenvio em outro momento.

107Retorno: Serviço SVC em Operação
  • Será apresentado este retorno quando o serviço do servidor SVC estiver disponível para emissão, no momento que foi realizado uma consulta de Status.

108Retorno: Serviço Paralisado Momentaneamente (curto prazo)
  • Este retorno será apresentado quando estiver sendo realizado algum tipo de comunicação com o Webservice e o mesmo estiver passando por alguma manutenção.

109Retorno: Serviço Paralisado sem Previsão
  • Este retorno será apresentado quando o Webservice estiver parado, para realizar alguma manutenção ou alteração, porém, irá levar um certo tempo para finalizar a manutenção, por este motivo, que é retornado sem previsão.

110Retorno: Uso Denegado
  • Este retorno será apresentado quando houver alguma situação dos casos informados abaixo, em relação a Inscrição Estadual (I.E) do emitente:

    • I.E. Suspensa.

    • I.E. Cancelada.

    • I.E. Baixada.

    • I.E. Em Processo de Baixa.


NÃO APAGUE NOTA DENEGADA DO SISTEMA, EXISTE STATUS PARA A MESMA E SE CONTABILIDADE E/OU SEFAZ EXIGEREM O ARQUIVO VOCÊ NÃO TERÁ COMO CONSULTAR, POR PADRÃO DADOS FISCAIS DEVEM SER AMARZENADOS POR 5 ANOS...


111Retorno: Consulta cadastro com uma ocorrência
  • Este retorno será apresentado quando for realizado uma consulta de cadastro de algum contribuinte e o cadastro do mesmo conter uma ocorrência registrada.

112Retorno: Consulta cadastro com mais de uma ocorrência
  • Este retorno será apresentado quando for realizado uma consulta de cadastro de algum contribuinte e o cadastro do mesmo conter mais de uma ocorrência registrada.

113Retorno: SVC em processo de desativação. SVC será desabilitada para a SEFAZ-XX em dd/mm/aa às hh:mm horas
  • Este retorno será apresentado, quando estiver se encerrando a disponibilidade do servidor de emissão SVC.

114Retorno: SVC desabilitada pela SEFAZ de Origem
  • Esta rejeição ocorre quando o servidor de contingência está desativado em seu estado e foi realizada uma tentativa de emissão no servidor de contingência.

128Retorno: Lote de Evento Processado
  • O lote foi processado, a validação de cada evento do lote poderá resultar em:

    • Rejeição - o Evento será descartado, com retorno do código do status do motivo da rejeição.

    • Recebido - o Evento será armazenado no repositório do Sistema de Registro de Eventos com a vinculação do Evento à respectiva NF-e ou não (Nos casos das rejeições 135 e 136 apresentados abaixo).


135Retorno: Evento registrado e vinculado a NF-e
  • Recebido pelo Sistema de Registro de Eventos, com vinculação do evento na NF-e.

136Retorno: Evento registrado, mas não vinculado a NF-e
  • O evento será armazenado no repositório do Sistema de Registro de Eventos, a vinculação do evento à respectiva NF-e fica prejudicada face à inexistência da NF-e no momento do recebimento do Evento. Este retorno ocorre no caso do EPEC, que será registrado o evento, porém não estará vinculado a nenhuma NF-e no momento.

137Retorno: Nenhum documento localizado para o Destinatário
  • Esta mensagem indica que não possui nenhum documento vinculado ao NSU - Número Sequencial Único na SEFAZ.

    • Esta rejeição é apresentada na tela do MDe quando não é localizado nenhum documento após a NSU informada no cadastro da filial. Caso persista e tenha realmente notas emitidas para aquele cadastro, verifique todas as opções do post abaixo (não pule nenhuma etapa).
  • Possivel Solução


Os retornos 138, 139 e 140 normalmente não serão apresentados no sistema.

138Retorno: Documento localizado para o Destinatário

139Retorno: Pedido de Download processado

140Retorno: Download disponibilizado

142Retorno: Ambiente de Contingência EPEC bloqueado para o Emitente
  • Este retorno indica que existem NF-e que foram registradas em EPEC, no entanto, a SEFAZ Estadual não encaminhou à SEFAZ Nacional a indicação de que as NF-e registradas em EPEC foram autorizadas no ambiente normal. Isso causa a não conciliação dos registros pendentes em EPEC.

  • Quando existem NF-e não conciliadas em EPEC, a SEFAZ Nacional bloqueia o uso deste ambiente até que sejam sanadas as pendências.

    • Orientado entrar em contato com a contabilidade e solicitar ajuda com esse caso.

150Retorno: Autorizado o uso da NF-e, autorização fora de prazo
  • Este retorno indica que a nota foi autorizada porém fora do prazo de 24h após a data emissão.

151Retorno: Cancelamento de NF-e homologado fora de prazo
  • Este retorno indica que foi cancela uma NF-e em homologação porém fora do prazo permitido.

A partir daqui são rejeições na emissão de notas.


201Rejeição: Número máximo de numeração a inutilizar ultrapassou o limite

202Rejeição: Falha no reconhecimento da autoria ou integridade do arquivo digital
  • As possíveis causas para que a rejeição aconteça são:

    • Arquivo XML enviado fora da estrutura padrão estabelecido pela legislação.

    • Falha no namespace do arquivo template utilizado para a UF.

    • Assinatura digital (arquivo XML sem assinatura, certificado digital vencido, não atende aos padrões estabelecidos).

    • Falha técnica, servidor da SEFAZ com instabilidade.


  • Verifique a versão do sistema, WebServices e particularidades do estado.

  • Veja também se existe certificado digital vencido instalado na máquina.

Normalmente o erro é a instabilidade da Sefaz, mas é bom fazer todas as conferencias para descartar quaisquer erros.


203Rejeição: Emissor não habilitado para emissão de NF-e
  • Essa rejeição pode ocorrer em algumas situações:

    • Normalmente, empresas recém criadas e que ainda estão em processo de cadastramento na Sefaz;
    • Empresas que já são emissoras, porém estão com algum tipo de pendência na Sefaz ou Receita Federal;
    • Por falha na Sefaz.
  • Possivel Solução


204Rejeição: Duplicidade de NF-e {nRec:999999999999999}
  • Esse erro ocorre por tentativas de emissão de notas em faixas já utilizadas. Pedimos para verificar juntamente ao contador a numeração da última nota para corrigir no cadastro da filia. Após isso, deve ser consultada a nota na receita, para verificar se a mesma será igual ou diferente ao sistema.

Existem duas situações neste caso com soluções distintas:

  • 1° caso: Dados iguais na Sefaz e no movimento.

    • Neste caso deve ser rodado o comando para mudar o status da nota para autorizada no sistema. Lembrando que com isso não terá dados como por exemplo o protocolo de autorização.

  • 2° caso: Dados diferentes na Sefaz e no movimento.

    • Nesse caso deve ser desassociado essa nota do movimento e deletado essa informação do banco de dados.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


205Rejeição: NF-e está denegada na base de dados da SEFAZ {nRec:999999999999999}
  • A denegação na nota, é também um status da mesma, então não é possível reutilizar uma numeração denegada. Deve-se, nessa situação, emitir a NF-e que deseja autorizar com uma nova numeração ainda não utilizada.

    • Esta rejeição ocorre quando tenta usar uma numeração que está com status de denegada na SEFAZ. Verifique com o contador qual ultima numeração utilizada na séria que está sendo usada e configure corretamente no cadastro da filial.

Existem duas situações neste caso com soluções distintas:

  • 1° caso: NF-e ficou com o Status de denegada referente aquele movimento.
    • Neste caso não tem o que ser feito, mas orientamos a manter essa nota no sistema para posteriores consultas.

NÃO APAGUE NOTA DENEGADA DO SISTEMA, EXISTE STATUS PARA A MESMA E SE CONTABILIDADE E/OU SEFAZ EXIGEREM O ARQUIVO VOCÊ NÃO TERÁ COMO CONSULTAR, POR PADRÃO DADOS FISCAIS DEVEM SER AMARZENADOS POR 5 ANOS.

  • 2° caso: Foi configurado errada a numeração no cadastro da filial e a nota com status de denegada não condiz com o movimento.
    • Nesse caso deve ser desassociado essa nota do movimento e deletado essa informação do banco de dados.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.

NÃO APAGUE NOTA DENEGADA DO SISTEMA, EXISTE STATUS PARA A MESMA E SE CONTABILIDADE E/OU SEFAZ EXIGEREM O ARQUIVO VOCÊ NÃO TERÁ COMO CONSULTAR, POR PADRÃO DADOS FISCAIS DEVEM SER AMARZENADOS POR 5 ANOS...


206Rejeição: NF-e já está inutilizada na Base de dados da SEFAZ
  • Essa rejeição ocorre quando a numeração utilizada já consta como inutilizada na Sefaz. Deve ser consultado para conferir se essa numeração, dentro da série usada, consta como inutilizada. Entre em contato com a contabilidade, confirma qual a última numeração utilizada na série que está sendo usada e configure no cadastro da filial a numeração correta.

Existe três situações neste caso com soluções distintas, porém a mais comum nessa rejeição é a segunda:
  • 1° caso: Sistema já em uso e emitindo nota normalmente, de repente começa a emitir nota com numeração já inutilizada na SEFAZ.
    • Pode ter sido feita inutilização em algum momento usando a tela de Inutilizar em lote;
    • Essa numeração ter sido usada em outra plataforma de emissão de nota diferente do Etrade.
  • 2° caso: Iniciou o uso do sistema e a rejeição ocorreu.
    • A numeração no cadastro da filial de ultima nota utilizada pode não ser a correta, tendo então que confirmar com o contador qual a numeração deve ser usada. Somente nesse caso deve ser desassociada a nota do movimento, mas cuidado para não remover associação errada.
  • 3° caso: Nota não consta como inutilizada na SEFAZ.
    • Nesse caso deve ser consultado o contador e verificar se essa numeração foi utilizada e consta na SEFAZ.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


207Rejeição: CNPJ do emitente inválido
  • Essa rejeição ocorre quando o CNPJ informado no cadastro da filial está errado.
    • Confira o CNPJ no cadastro da filial se está correto, caso não esteja será necessário a alteração.

Obs: Se o CNPJ estiver errado cuidado para não alterar sem solicitar o ajuste antes com o setor financeiro no nosso BackOffice. Consulte o post sobre Troca de Serial e CNPJ, como fazer?



208Rejeição: CNPJ do destinatário inválido
  • Essa rejeição ocorre quando o CNPJ do cliente do movimento está errado, verifique no cadastro do cliente.

209Rejeição: IE do emitente inválida
  • Essa rejeição ocorre quando a Inscrição Estadual do cadastro da filial está errado. Nesse caso consulte o correto no site do Sintegra, ajuste e emita a nota novamente. (Não esqueça de recarregar o movimento)

210Rejeição: IE do destinatário inválida
  • Essa rejeição ocorre quando a Inscrição Estadual do cliente do movimento está errado. Nesse caso consulte o correto no site do Sintegra e ajuste e emita a nota novamente. (Não esqueça de recarregar o movimento)

211Rejeição: IE do substituto inválida
  • Esta rejeição indica que o campo IEST não foi informado. Ele passa a ser obrigatório quando houver retenção do ICMS ST para a UF de destino.

    • Pode ocorrer quando não informa a IE ou quando a mesma inicia com 0 (zero).

212Rejeição: Data de emissão NF-e posterior a data de recebimento
  • Esta rejeição ocorre quando a data de recebimento do movimento é menor à data da emissão.

    • Normalmente ocorre quando o tipo de pagamento é parcelamento ou cheque e a data das parcelas é melhor que a data de emissão. Para corrigir será necessário refazer o movimento ou se não tiver opção pode ser ajustado via banco alterando essas parcelas via banco.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


213Rejeição: CNPJ-Base do Emitente difere do CNPJ-Base do Certificado Digital
  • Essa rejeição ocorre quando o CNPJ do cadastro de filial está diferente do CNPJ do certificado digital.

    • Necessariamente deve ser usado certificado digital com a mesma máscara da configurada no cadastro da filial. Salvo quando a empresa tiver matriz e filiais, que pode ser usado o certificado da matriz nas filiais (o nome que irá no certificado é o da matriz). Não é permitido usar o certificado das filiais na matriz.

214Rejeição: Tamanho da mensagem excedeu o limite estabelecido
  • Segundo o Manual de Orientação ao Contribuinte, a mensagem enviada aos WebServices para autorização não deve ultrapassar o tamanho de 500 KB. Caso seja encaminhado a Sefaz uma NF-e ou Lote de NF-e que possua um tamanho superior a 500 KB, a mensagem será descartada.

    • Para resolver deve-se reduzir o tamanho da mensagem para realizar a retransmissão da NF-e a Sefaz. Caso a NF-e contenha muitos produtos, divida esses produtos e emita 2 NF-e's com numerações diferentes para esse mesmo cliente. Para não ter dúvidas, sempre contate o contador do cliente.
  • Possivel Solução



215Rejeição: Falha no schema XML
  • Essa rejeição ocorre quando é enviado um arquivo XML que não esteja em conformidade com o layout de schema válido pela Sefaz. Trata-se de uma rejeição genérica, ou seja, pode ser retornada em diversas situações.
  • Deve ser consultado no Validador qual retorno está apresentando. Caso precise de ajuda para identificar qual campo está com erro consulte aqui).

Não sabe usar o validador? Consulte o post (Como fazer validações de nota)


216Rejeição: Chave de Acesso difere da cadastrada
  • Esta rejeição normalmente ocorre quando vai consultar uma chave de acesso e a mesma está com algum dado incorreto.

217Rejeição: NF-e não consta na base de dados da SEFAZ
  • Geralmente no corpo desta mensagem é apontado a Duplicidade, então a partir daí podemos buscar por ela na receita e corrigir no sistema.
5> Nota Fiscal identificada como duplicada.
6> Tentando atualizar nota duplicada.
Erro ao enviar: 217 - Rejei????o: NF-e n??o consta na base de dados da SEFAZ

Existem duas situações neste caso com soluções distintas:

  • 1° caso: Dados iguais na Sefaz e no movimento.

    • Neste caso deve ser rodado o comando para mudar o status da nota para autorizada no sistema. Lembrando que com isso não terá dados como por exemplo o protocolo de autorização.
  • 2° caso: Dados diferentes na Sefaz e no movimento.

    • Nesse caso deve ser desassociado essa nota do movimento e deletado essa informação do banco de dados.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


218Rejeição: NF-e já está cancelada na base de dados da SEFAZ {nRec:999999999999999}
  • Geralmente no corpo desta mensagem é apontado a Duplicidade, então a partir daí podemos buscar por ela na receita e corrigir no sistema.
5> Nota Fiscal identificada como duplicada.
6> Tentando atualizar nota duplicada.
Erro ao enviar: 218 - Rejei????o: NF-e já consta na base de dados da SEFAZ

Existem duas situações neste caso com soluções distintas:

  • 1° caso: Dados iguais na Sefaz e no movimento.

    • Neste caso deve ser rodado o comando para mudar o status da nota para cancelada no sistema. Lembrando que com isso não terá dados como por exemplo o protocolo de cancelamento.
  • 2° caso: Dados diferentes na Sefaz e no movimento.

    • Nesse caso deve ser desassociado essa nota do movimento e deletado essa informação do banco de dados.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


219Rejeição: Circulação da NF-e verificada
  • Esta rejeição ocorre quando, por exemplo, uma determinada mercadoria está sendo transportada de São Paulo para o Rio Grande do Sul e, nesse trajeto, a NF-e foi consultada em uma barreira fiscal. A partir desse momento o FISCO reconhece que a mercadoria entra em circulação, ou seja, está sendo executado o fato gerador do recolhimento do ICMS. Por mais que ainda haja tempo hábil para o cancelamento, este não será mais possível. Caso haja a tentativa de cancelamento nesse momento, será retornada essa rejeição.

220Rejeição: Prazo de Cancelamento superior ao previsto na Legislação
  • Neste caso a nota passou do prazo para cancelamento

    • NFC-e / CF-e = 30 minutos

    • NF-e = 24 h (varia em alguns estados, depende da SEFAZ)

    • MDF-e = 24 h


221Rejeição: Confirmado o recebimento da NF-e pelo destinatário
  • Essa rejeição ocorre quando ao tentar realizar o cancelamento de uma NF-e após o vínculo de uma Manifestação do Destinatário de Confirmação de Operação, o órgão autorizador retornará esse erro.

    • De acordo com o Manual do Contribuinte, só é possível realizar o cancelamento de um documento com confirmação da operação vinculada, se for homologado um evento de Operação não Realizada ou Desconhecimento da Operação posterior. Por tanto, será necessário que o destinatário da NF-e realize a Manifestação de Operação não Realizada ou Desconhecimento da Operação antes do emitente realizar outra tentativa de cancelamento.

222Rejeição: Protocolo de Autorização de Uso difere do cadastrado
  • Esta rejeição indica que ao emitir um evento de cancelamento para uma NF-e, o protocolo passado no campo nProt do evento, não corresponde ao mesmo protocolo de autorização da NF-e.
    • Deve-se verificar o protocolo de autorização correto. Podemos executar uma consulta pela chave de acesso na SEFAZ, no retorno teremos o protocolo de autorização e caso esteja errado deve ser ajustado.

223Rejeição: CNPJ do transmissor do lote difere do CNPJ do transmissor da consulta
  • Esta rejeição ocorre quando o CNPJ de quem está fazendo o cancelamento da nota não é o mesmo do que emitiu a mesma.
    • Verifique se o cliente teve mudança de CNPJ recentemente no sistema. Se for o caso a nota não poderá ser cancelada utilizando o Software. Entre em contato com a contabilidade e verifique qual procedimento deve ser feito neste caso.

224Rejeição: A faixa inicial é maior que a faixa final
  • Esta rejeição ocorre ao tentar inutilizar uma numeração e informar uma numeração inicial maior que a numeração final.

225Rejeição: Falha no Schema XML do lote de NFe
  • Essa rejeição ocorre quando é enviado um arquivo XML que não esteja em conformidade com o layout de schema válido pela Sefaz. Trata-se de uma rejeição genérica, ou seja, pode ser retornada em diversas situações.
  • Deve ser consultado no Validador qual retorno está apresentando. Caso precise de ajuda para identificar qual campo está com erro consulte aqui).

Não sabe usar o validador? Consulte o post (Como fazer validações de nota)


226Rejeição: Código da UF do Emitente diverge da UF autorizadora
  • Esta rejeição ocorre quando tenta realizar a emissão de uma NF-e ou NFC-e usando um código de UF diferente da UF do WebService.

Orientamos verificar se foi usado o banco padrão do estado correto. Caso não, é necessário configurar o cliente consumidor (1), as operações dentro de todas as classes de imposto e as demais configurações.


227Rejeição: Rejeição: Erro na Chave de Acesso - Campo Id – falta a literal NFe
  • Esta rejeição ocorre quando ao realizar a emissão de uma nota e o prefixo não está informado na composição da chave de acesso (atributo Id na tag infNFe) ou erro na estruturação da chave de acesso.
Imagem ilustrativa

rejeicao227.png


cUF: Código da UF do emitente do Documento Fiscal.
AAMM: Ano e Mês de emissão do CT-e.
CNPJ: CNPJ do emitente.
mod: Modelo do Documento Fiscal.
Serie: Série do Documento Fiscal.
nCT: Número do Documento Fiscal.
tpEmis: Forma de emissão do CT-e.
cCT: Código Numérico que compõe a Chave de Acesso.
cDV: Dígito Verificador da Chave de Acesso.

  • Essa é a estruturação da chave de acesso de uma nota. No inicio da mesma deve ser informado com o prefixo qual tipo de nota está sendo emitida (NFe, NFCe, MDFe, MFe, CFe, etc). Quando não há esse prefixo como na imagem ilustrativa ou uma ordenação errada da estruturação das numerações o erro 227 é apresentado.

228Rejeição: Data de Emissão muito atrasada
  • A regra de validação da SEFAZ, diz o seguinte:
NF-e com Tipo de Emissão = 1-Normal (ou 6-SVC-AN, 7-SVC-RS) (NT2012.003)

- Data de Emissão ocorrida há mais de 30 dias (ou com outro limite, a critério da UF)
  • Ou seja, quando o campo dhEmi tiver data preenchida há mais de 30 dias em relação a data atual será apresentada esta rejeição.

A critério da SEFAZ, podem ser aceitas as NF-e com Data de Emissão muito atrasadas, desde que tenham sido emitidas em contingência (tpEmis=2, 4, 5). Nestes casos, a autorização da SEFAZ será com o cStat="150- Autorizado Uso da NF-e, autorização fora de prazo" (NT 2012.003).


229Rejeição: IE do emitente não informada
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NF-e e a Inscrição do Emitente é informada apenas com zeros.
    • Nesse caso consulte o correto no site do Sintegra, ajuste e emita a nota novamente. (Não esqueça de recarregar o movimento)

230Rejeição: IE do emitente não cadastrada
  • Esta rejeição ocorre quando a Inscrição Estadual do Emitente não está cadastrada na Sefaz.

    • Nesse caso consulte no site do Sintegra se há IE para o emitente. Caso tenha ajuste e emita a nota novamente. (Não esqueça de recarregar o movimento)

    • Do contrário entre em contato com o contador do cliente para confirmar os dados.


231Rejeição: IE do emitente não vinculada ao CNPJ
  • Esta rejeição ocorre quando a Inscrição Estadual informada nos dados do Emitente for divergente da Inscrição Estadual que consta vinculada ao CNPJ desta empresa na SEFAZ.
    • Nesse caso consulte o correto no site do Sintegra, ajuste e emita a nota novamente. (Não esqueça de recarregar o movimento)

232Rejeição: IE do destinatário não informada
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NF-e e a Inscrição do Destinatário é informada apenas com zeros.

    • Nesse caso consulte o correto no site do Sintegra, ajuste e emita a nota novamente. (Não esqueça de recarregar o movimento)

233Rejeição: IE do destinatário não cadastrada
  • Esta rejeição ocorre quando a Inscrição Estadual do Destinatário não está cadastrada na Sefaz.

    • Nesse caso consulte no site do Sintegra se há IE para o destinatário. Caso tenha ajuste e emita a nota novamente. (Não esqueça de recarregar o movimento)

    • Do contrário entre em contato com o cliente para confirmar os dados.


234Rejeição: IE do destinatário não vinculada ao CNPJ
  • Esta rejeição ocorre quando a Inscrição Estadual informada nos dados do Destinatário for divergente da Inscrição Estadual que consta vinculada ao CNPJ desta empresa na SEFAZ.
    • Nesse caso consulte o correto no site do Sintegra, ajuste e emita a nota novamente. (Não esqueça de recarregar o movimento)

235Rejeição: Inscrição SUFRAMA inválida
  • Ao realizar a emissão de uma NF-e (modelo 55), a rejeição 235: Inscrição SUFRAMA inválida, poderá ocorrer nos casos:

    • Código SUFRAMA não informado nos casos em que o destinatário estiver cadastrado junto a Superintendência da Zona Franca de Manaus;

    • Código SUFRAMA preenchidos com zero (0) ou ainda com a numeração e digito verificador inválido.

  • Atualmente não temos esse campo no sistema, mas existe tarefa para a mesma.


236Rejeição: Chave de Acesso com dígito verificador inválido
  • A chave de acesso é composta por diversos campos e o último dígito corresponde ao cálculo sobre os demais. Essa rejeição indica que ao emitir uma NF-e o cálculo do digito verificador da chave de acesso não foi feito conforme especificação do manual do contribuinte ou a formação dos campos da chave não foi feita corretamente.

    • Não é comum ocorrer esse erro no sistema, uma vez que a formação da chave de acesso e o cálculo do dígito verificador é feito de forma automática. Caso aconteça refaça o movimento e emita uma nova nota.

237Rejeição: CPF do destinatário inválido
  • Esta rejeição se apresenta quando CPF do destinatário está errado.

    • Confira no cadastro do destinatário os dados, ajuste e envie a nota novamente. (Não esqueça de recarregar o movimento)

238Rejeição: Cabeçalho – Versão do arquivo XML superior a Versão vigente
  • Indica que ao emitir uma NF-e, o cabeçalho de comunicação SOAP está com uma versão no campo versaoDados superior a versão que o WebService da SEFAZ permite.

239Rejeição: Cabeçalho – Versão do arquivo XML não suportada
  • Esta rejeição indica o cabeçalho no inicio da mensagem do arquivo enviado para o WebService não é suportado.

No dia 01/10/2018, foi desativada a versão 3.10 da NFC-e, para saber mais detalhes sobre as demais mudanças acesse o post Principais mudanças NFC-e 4.0.


240Rejeição: Cancelamento/Inutilização – Irregularidade Fiscal do Emitente
  • Esta rejeição indica que ao tentar emitir um evento de cancelamento ou pedido de inutilização de numeração, a SEFAZ encontrou irregularidades no cadastro do emitente e bloqueou a operação.

    • Consulte o contador do cliente para verificação da situação do cadastro dele.

241Rejeição: Um número da faixa já foi utilizado
  • Esta rejeição ocorre quando for tentar inutilizar uma ou mais faixas de uma numeração já utilizadas. Existe três situações neste caso com soluções distintas, porém a mais comum nessa rejeição é a segunda:

  • 1° caso: Sistema já em uso e emitindo nota normalmente, de repente começa a emitir nota com numeração já inutilizada na SEFAZ.

    • Pode ter sido feita inutilização em algum momento usando a tela de Inutilizar em lote;
    • Essa numeração ter sido usada em outra plataforma de emissão de nota diferente do Etrade.
  • 2° caso: Iniciou o uso do sistema e a rejeição ocorreu.
    • A numeração no cadastro da filial de ultima nota utilizada pode não ser a correta, tendo então que confirmar com o contador qual a numeração deve ser usada. Somente nesse caso deve ser desassociada a nota do movimento, mas cuidado para não remover associação errada.
  • 3° caso: Nota consta como inutilizada na SEFAZ na data que está tentando fazer a inutilização.
    • Nesse caso pode ter havido uma falha de comunicação no momento em que a Sefaz enviava os dados para o sistema, por tanto deve alterar via banco o status dessa nota.

  • No sistema essa rejeição ocorre também na tela de Inutilizar NFe/NFCe quando uma ou mais faixa que esteja tentando inutilizar já esteja inutilizada na SEFAZ. Consulte no site da SEFAZ do estado se essa faixa já foi inutilizada e ajuste no sistema via banco.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


242Rejeição: Cabeçalho – Falha no Schema XML
  • Este erro ocorre quando há algum dado inválido na tag de cabeçalho da mensagem enviada para SEFAZ.
    • Essa é uma rejeição que não deveria ocorrer no sistema. Caso ocorra a orientação é atualizar ou rodar instalador e atualizador da versão que o cliente está usando novamente, voltar a versão do banco para 0 e refazer a UpdateAutomatic. Após refaça o movimento e tente emitir a nota novamente. Se persistir procure o setor de teste.

243Rejeição: XML Mal Formado
  • Esta rejeição informa que a estrutura do XML está errada.
    • Essa é uma rejeição que não deveria ocorrer no sistema. Caso ocorra a orientação é atualizar ou rodar instalador e atualizador da versão que o cliente está usando novamente, voltar a versão do banco para 0 e refazer a UpdateAutomatic. Após refaça o movimento e tente emitir a nota novamente. Se persistir procure o setor de teste.

244Rejeição: CNPJ do Certificado Digital difere do CNPJ da Matriz e do CNPJ do Emitente
  • Ao realizar a emissão de uma nota utilizando um Certificado Digital com o CNPJ diferente do CNPJ do Emitente (tag CNPJ) informado no XML do documento, retornará essa rejeição.
    • O erro está relacionado ao uso do Certificado Digital incorreto para realizar a emissão de documento fiscal, mesmo que no XML seja informado o CNPJ correto do emitente.

245Rejeição: CNPJ Emitente não cadastrado
  • Essa rejeição ocorre quando ao realizar a emissão de uma NF-e ou NFC-e o CNPJ Emitente não consta cadastrado junto a SEFAZ.

246Rejeição: CNPJ Destinatário não cadastrado
  • Ao realizar a emissão de uma NF-e e o CNPJ do Destinatário não estiver cadastrado junto a SEFAZ, o órgão autorizador retorna essa rejeição.

247Rejeição: Sigla da UF do Emitente diverge da UF autorizadora
  • Essa rejeição é apresentada quando o código usado na tag cUF não condiz com a UF informada no cadastro da filial.
    • Esse é um erro que não costuma ocorrer, mas caso ocorra verifique as configurações da filial, WebServices e verifique a possibilidade de atualização do sistema, volta a versão do banco para zero pois pode ser algo na estruturação do banco que deu erro em algum momento.

248Rejeição: UF do Recibo diverge da UF autorizadora

Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.


249Rejeição: UF da Chave de Acesso diverge da UF autorizadora
  • Esse erro acontece, quando você tenta emitir uma NF-e, e a validação da chave de acesso NF-e apresenta uma UF que diverge da SEFAZ autorizadora.

250Rejeição: UF diverge da UF autorizadora
  • Esse erro acontece, quando você tenta emitir uma NF-e, e a validação da NF-e é enviada para uma SEFAZ que diverge da SEFAZ Origem.
    • Verifique os WebServices, caso esteja sem a informação consulte o site da Sefaz do estado para pegar os dados ou consulte o Endereços WebServices.

251Rejeição: UF/Município destinatário não pertence a SUFRAMA
  • Esse erro ocorre quando é informado uma Inscrição SUFRAMA e a UF não está incluso nos estados que usam esse tipo de inscrição.
    • Os estados que são autorizados são: AC - Acre, AM - Amazonas, RO - Rondonia, RR – Roraima ou AP – Amapá(Este apenas nos municípios de Macapá e Santana)

252Rejeição: Ambiente informado diverge do Ambiente de recebimento
  • Essa rejeição ocorre quando usa o WebService de produção e no cadastro da filial está configurado para homologação.
    • Verifique no cadastro da filial, aba DF-e, se o ambiente de emissão de nota está configurado corretamente.
    • Verifique os WebServices, caso esteja sem a informação consulte o site da Sefaz do estado para pegar os dados ou consulte o Endereços WebServices.

253Rejeição: Digito Verificador da chave de acesso composta inválida
  • A chave de acesso é composta por diversos campos e o último dígito corresponde ao cálculo sobre os demais. A SEFAZ validará o dígito verificador e caso identifique que ele está incorreto será retornada essa rejeição.

254Rejeição: NF-e complementar não possui NF referenciada
  • Isso acontece, quando você tentar emitir uma NF-e complementar e não é referenciado uma NF-e, NFC-e ou NF modelo 1.

255Rejeição: NF-e complementar possui mais de uma NF referenciada
  • Isso acontece, quando você tentar emitir uma NF-e complementar e tem mais de uma NF-e, NFC-e ou NF modelo 1 referenciada.
    • Se precisar emitir NF-e complementar para mais de uma nota deve ser feita de forma individual

256Rejeição: Uma NF-e da faixa já está inutilizada na Base de dados da SEFAZ
  • Isso acontece quando você tenta inutilizar uma faixa numérica que já possui uma numeração inutilizada na SEFAZ, ou seja, ela já está inutilizada.

Existe três situações neste caso com soluções distintas, porém a mais comum nessa rejeição é a segunda:


  • 1° caso: Sistema já em uso e emitindo nota normalmente, de repente começa a emitir nota com numeração já inutilizada na SEFAZ.
  • Pode ter sido feita inutilização em algum momento usando a tela de Inutilizar em lote;
  • Essa numeração ter sido usada em outra plataforma de emissão de nota diferente do Etrade.
  • 2° caso: Iniciou o uso do sistema e a rejeição ocorreu.
    • A numeração no cadastro da filial de ultima nota utilizada pode não ser a correta, tendo então que confirmar com o contador qual a numeração deve ser usada. Somente nesse caso deve ser desassociada a nota do movimento, mas cuidado para não remover associação errada.
  • 3° caso: Nota consta como inutilizada na SEFAZ na data que está tentando fazer a inutilização.
    • Nesse caso pode ter havido uma falha de comunicação no momento em que a Sefaz enviava os dados para o sistema, por tanto deve alterar via banco o status dessa nota.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


257Rejeição: Solicitante não habilitado para emissão da NF-e
  • Erro referente a não autorização da Sefaz para emissão do documento fiscal.

Possíveis causas:

  • A empresa ainda está em processo de cadastramento na SEFAZ;
  • A emissão em ambiente de produção ainda não está liberada pela falta de transmissão de documentos em homologação (alguns estados exigem um número mínimo de testes);
  • Há algum tipo de pendência na Receita Federal ou na SEFAZ, em nome da empresa;
  • Falha na SEFAZ Autorizadora.

258Rejeição: CNPJ da consulta inválido
  • Erro ocorre quando ao consultar, pelo WebService configurado, o CNPJ do contribuinte utilizado apresenta inconsistência nos dados.
    • o Verifique os WebServices, caso esteja sem a informação consulte o site da Sefaz do estado para pegar os dados ou consulte o Endereços WebServices

259Rejeição: CNPJ da consulta não cadastrado como contribuinte na UF
  • Erro ocorre quando ao consultar, pelo WebService configurado, o CNPJ do contribuinte utilizado o mesmo não consta na UF consultada.
    • Verifique os WebServices, caso esteja sem a informação consulte o site da Sefaz do estado para pegar os dados ou consulte o Endereços WebServices.

260Rejeição: IE da consulta inválida
  • Erro ocorre quando ao consultar, pelo WebService configurado, a Inscrição Estadual do contribuinte utilizado apresenta inconsistência nos dados.
    • Nesse caso consulte o site do Sintegra, ajuste e emita a nota novamente. (Não esqueça de recarregar o movimento)

261Rejeição: IE da consulta não cadastrada como contribuinte na UF
  • Erro ocorre quando ao consultar, pelo WebService configurado, a Inscrição Estadual do contribuinte utilizado o mesmo não consta na UF consultada.
    • Nesse caso consulte o site do Sintegra, ajuste e emita a nota novamente. (Não esqueça de recarregar o movimento)

262Rejeição: UF não fornece consulta por CPF
  • Essa rejeição indica que não é possível utilizar consultas por CPF na UF informada. Não há alternativas automatizadas para essa situação. Algumas UF disponibilizam portais de consulta especializados.

263Rejeição: CPF da consulta inválido
  • Essa rejeição ocorre quando é informado no cadastro do destinatário um CPF incorreto.

264Rejeição: CPF da consulta não cadastrado como contribuinte na UF
  • Essa rejeição ocorre quando é informado no cadastro do destinatário um CPF que está com irregularidade. Consulte a situação cadastral desse CNPJ no site da Receita Federal.

265Rejeição: Sigla da UF da consulta difere da UF do Web Service
  • Esse erro não irá ocorrer no sistema pois o WebService é considerado de acordo com o que consta no banco de dados separado por UF.

266Rejeição: Série utilizada não permitida no Web Service
  • Ao realizar a emissão de uma NF-e ou NFC-e preenchendo o campo série fora do intervalo de 0-889 e o campo processo de emissão(tag: procEmi) estiver preenchido diferente de 1 ou 2, o órgão autorizador retorna essa rejeição.
    • Corrija o conteúdo informado no campo série do grupo Identificação.

Para um melhor entendimento:

  • Para cada tipo de processo de emissão, existe uma faixa de numeração de série, os tipos de processo são:
• 0 – Emissão de NF-e com aplicativo do contribuinte
• 1 – Emissão de NF-e avulsa pelo Fisco
• 2 – Emissão de NF-e avulsa, pelo contribuinte com seu certificado digital através do site do Fisco.
• 3 – Emissão de NF-e pelo contribuinte com aplicativo fornecido pelo Fisco.
  • Para os tipos 0 e 3, a faixa utilizada deve estar entre 0 e 889.
  • Para os tipos 1 e 2, a faixa utilizada deve estar entre 890-899.

267Rejeição: NF Complementar referencia uma NF-e inexistente
  • Esse erro acontece quando você tenta emitir uma NF-e, e no campo de nota referenciada informar a chave de acesso de uma NF-e ainda não autorizada na SEFAZ.

268Rejeição: NF Complementar referencia outra NF-e Complementar
  • Esse erro acontece, quando você tenta emitir uma NF-e Complementar e referencia outra NF-e Complementar.

269Rejeição: CNPJ Emitente da NF Complementar difere do CNPJ da NF Referenciada
  • Este erro indica que está sendo emitida uma nota complementar referenciando um documento fiscal que foi emitido com CNPJ diferente.

270Rejeição: Código Município do Fato Gerador: dígito inválido
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma NF-e, porém o código do município enviado para a SEFAZ ao ser validado, consta como inexistente.
    • Faça o download das cidades no banco de dados (CRM > Clientes e Fornecedores > Cadastro Cidades > Importar dados)
    • Confira se a cidade informada no cadastro do cliente é existente e/ou está correta.

271Rejeição: Código Município do Fato Gerador: difere da UF do emitente
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NF-e com o Código do Município do emitente com os dois primeiros dígitos diferente do Código da UF. Por exemplo, foi emitida uma NF-e com o Código do Município igual à "5208707", que se refere a Cidade de Goiânia, porém foi informado no Código da UF o valor "43", para o Estado do Rio Grande do Sul. Nessa situação, a NF-e será rejeitada.
    • Faça o download das cidades no banco de dados (CRM > Clientes e Fornecedores > Cadastro Cidades > Importar dados);
    • Confira se a cidade informada no cadastro da filial é existente e/ou está correta.

272Rejeição: Código Município do Emitente inexistente
  • Essa rejeição ocorre quando o código do município informado no cadastro da filial não consta na Sefaz.
    • Faça o download das cidades no banco de dados (CRM > Clientes e Fornecedores > Cadastro Cidades > Importar dados);
    • Confira se a cidade informada no cadastro da filial é existente e/ou está correta.

273Rejeição: Código Município do Emitente: difere da UF do emitente
  • Essa rejeição indica que o município do emitente, no cadastro da filial, não pertence ao estado selecionado.
    • Faça o download das cidades no banco de dados (CRM > Clientes e Fornecedores > Cadastro Cidades > Importar dados);
    • Confira se a cidade informada no cadastro da filial é existente e/ou está correta.

274Rejeição: Código Município do Destinatário inexistente
  • Essa rejeição ocorre quando o código do município informado no cadastro do destinatário não consta na Sefaz.
    • Faça o download das cidades no banco de dados (CRM > Clientes e Fornecedores > Cadastro Cidades > Importar dados)
    • Confira se a cidade informada no cadastro da filial é existente e/ou está correta.

275Rejeição: Código Município do Destinatário: difere da UF do Destinatário
  • Essa rejeição indica que o município do destinatário, preenchido no cadastro do destinatário, não pertence ao estado selecionado.
    • Faça o download das cidades no banco de dados (CRM > Clientes e Fornecedores > Cadastro Cidades > Importar dados)
    • Confira se a cidade informada no cadastro do destinatário é existente e/ou está correta.

276Rejeição: Código Município do Local de Retirada inexistente
  • Essa rejeição indica que o município informado para retirada, preenchido na tela do frete para retirada, é inválido e/ou inexistente.
    • Faça o download das cidades no banco de dados (CRM > Clientes e Fornecedores > Cadastro Cidades > Importar dados)
    • Confira se a cidade informada na tela do frete (aba Endereço entrega) é existente e/ou está correta.

277Rejeição: Código Município do Local de Retirada: difere da UF do Local de Retirada
  • Essa rejeição indica que o município informado para retirada, preenchido na tela do frete para retirada, não pertence ao estado selecionado.
    • Faça o download das cidades no banco de dados (CRM > Clientes e Fornecedores > Cadastro Cidades > Importar dados)
    • Confira se a cidade informada na tela do frete (aba Endereço entrega) é existente e/ou está correta.

278Rejeição: Código Município do Local de Entrega inexistente
  • Essa rejeição indica que o município informado para retirada, preenchido na tela do frete para retirada, é inválido e/ou inexistente.
    • Faça o download das cidades no banco de dados (CRM > Clientes e Fornecedores > Cadastro Cidades > Importar dados)
    • Confira se a cidade informada na tela do frete (aba Endereço entrega) é existente e/ou está correta.

279Rejeição: Código Município do Local de Entrega: difere da UF do Local de Entrega
  • Essa rejeição indica que o município informado para retirada, preenchido na tela do frete para retirada, não pertence ao estado selecionado.
    • Faça o download das cidades no banco de dados (CRM > Clientes e Fornecedores > Cadastro Cidades > Importar dados)
    • Confira se a cidade informada na tela do frete (aba Endereço entrega) é existente e/ou está correta.

280Rejeição: Certificado Transmissor inválido
  • Essa rejeição ocorre, quando você tenta emitir uma NF-e, e a validação da SEFAZ para o certificado retorna que o arquivo está inválido.
    • Deve-se verificar junto a empresa certificadora o motivo pelo qual o Certificado Digital ter sido analisado como inválido.
    • Verifique se tem algum certificado vencido instalado no micro, se tiver, remova e tente emitir a nota novamente após reiniciar o sistema.

281Rejeição: Certificado Transmissor Data Validade
  • Essa rejeição ocorre quando ao tentar realizar a emissão de uma NF-e utilizando um Certificado Digital fora do prazo de validade.
    • Confira se o certificado está vencido;
    • Verifique se tem algum certificado vencido instalado no micro, se tiver, remova e tente emitir a nota novamente após reiniciar o sistema.

282Rejeição: Certificado Transmissor sem CNPJ
  • Essa rejeição ocorre, quando você tenta emitir uma NF-e, e o certificado utilizado não possui nenhum CNPJ vinculado. Entre em contato com a certificadora para verificar o motivo de não ter nenhum CNPJ vinculado a esse certificado.

283Rejeição: Certificado Transmissor – erro Cadeia de Certificação
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma nota e a cadeia do certificado digital está inválida ou não existe, ou essa a estrutura de cadeia do certificado está com algum erro.

Localize o certificado digital instalado na máquina através do Opções de Internet, selecione o certificado digital instalado e vá em Caminho de Certificação.
  • Nessa tela é exibida toda a estrutura do certificado digital instalado.

opcoes_da_internet.png


  • Nessa estrutura, os primeiros itens referenciam as organizações que tem concedem autorização a uma autoridade certificadora (AC).
  • Nos itens secundários, há o nome da empresa que emitiu o certificado (ex: Certisign, SERASA, Correios, etc).
  • E por fim, no último nó, o nome da empresa para a qual o certificado foi emitido.

Caso, alguma das raízes descritas acima, não seja reconhecida pelo órgão autorizador, o certificado digital torna-se inválido. Consulte a certificadora onde o certificado foi emitido. Provavelmente será necessária a troca do Certificado Digital.


284Rejeição: Certificado Transmissor revogado
  • Esta rejeição indica que o certificado utilizado para a assinatura do documento fiscal foi revogado pela autoridade certificadora. Entre em contato com a certificadora e solicite a troca.

285Rejeição: Certificado Transmissor difere ICP-Brasil
  • Quando a SEFAZ recebe um XML assinado, é verificado se o certificado digital está no padrão estabelecido pelo ICP-Brasil. Pode se tratar de cadeia de certificação incorreta ou de tamanho da chave de criptografia (ex.: 512 bits, 1024 bits, 2048 bits).
  • Verifique se o certificado utilizado possui seu certificado raiz em Repositório AC-Raiz. Caso esteja correto, valide junto a certificadora se há suporte para o tamanho da chave de criptografia do certificado digital.
  • Normalmente nesses casos, apenas a utilização de um novo certificado corrige a situação.

286Rejeição: Certificado Transmissor erro no acesso a LCR
  • Essa rejeição acontece quando você tenta emitir uma NF-e, e na consulta feita na Lista de Certificados Revogados (LCR), a SEFAZ encontrou problemas: LCR indisponível ou LCR inválida.
  • Qualquer problema nessa verificação, inclusive uma falta de acesso temporária ou intermitência do mantenedor da LCR, pode resultar nessa rejeição.

287Rejeição: Código Município do Fato Gerador de ISSQN inexistente {nItem:nnn}
  • Rejeição ocorre quando é informado Código do Município do Fato Gerador de ISSQN que não existe na Tabela de Municípios do IBGE.

288Rejeição: Código Município do Fato Gerador do Transporte inexistente
  • Rejeição ocorre quando é informado Código do Município do Fato Gerador de do transporte que não existe na Tabela de Municípios do IBGE.

289Rejeição: Código da UF informada diverge da UF solicitada
  • Esse erro ocorre nos casos em que a UF que foi informada para consulta está diferente da UF dos WebServices.
    • Verifique os WebServices, caso esteja sem a informação consulte o site da Sefaz do estado para pegar os dados ou consulte o Endereços WebServices.

290Rejeição: Certificado Assinatura inválido
  • Rejeição ocorre quando o certificado digital está inválido, ou seja, está com algum problema no órgão autorizador na verificação de LCR, problema na cadeira de certificação ou teve algum problema na instalação.
    • Remova o certificado instalado no micro, se houver algum vencido também remova. Instale novamente, reinicie o sistema e tente emitir.
    • Se o erro persistir consulte a certificadora.

291Rejeição: Certificado Assinatura Data Validade
  • Esse erro acontece quando você tenta emitir uma NF-e, e o certificado digital está vencido.
    • Confira se tem algum certificado vencido no micro, pode dar conflito na hora da emissão.

292Rejeição: Certificado Assinatura sem CNPJ
  • É necessário validar se o certificado digital utilizado está vinculado ao CNPJ da empresa. Consulte a Autoridade Certificadora credenciada pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), onde o certificado foi emitido. Após as validações, reinstalar o Certificado Digital, e reenviar a NF-e e/ou a NFC-e.

293Rejeição: Certificado Assinatura – erro Cadeia de Certificação
  • Esse erro acontece quando você tenta emitir uma NF-e, e na validação da SEFAZ ocorre um erro na Cadeia de Certificação:
    • Certificado da AC emissora não cadastrado na SEFAZ
    • Certificado de AC revogado
    • Certificado não assinado pela AC emissora do Certificado

294Rejeição: Certificado Assinatura revogado
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma NF-e, e o certificado digital está na Lista de Certificados Revogados (LCR), impossibilitando a emissão.

    • Entre em contato com a certificadora, verifique o motivo de ter sido revogado e terá que fazer um novo válido.
  • Possivel Solução


295Rejeição: Certificado Assinatura difere ICP-Brasil
  • No momento que a SEFAZ recebe um XML assinado, é verificado se o certificado digital assinante está no padrão estabelecido, ou com uma codificação mais avançada do que indicado na ICP-Brasil.
    • É necessário validar junto a SEFAZ Estadual se a mesma está preparada para utilizar o tipo de criptografia do Certificado Digital utilizado na assinatura do XML.
    • Após validação, reinstalar o Certificado Digital, e reenviar a NF-e e/ou NFC-e.

296Rejeição: Certificado Assinatura erro no acesso a LCR
  • Esse erro acontece quando você tenta emitir uma NF-e, e a SEFAZ não consegue fazer a validação dos certificados na Lista de Certificados Revogados (LCR)

    • Isso não significa que seu certificado está revogado, apenas que a SEFAZ, por algum motivo, não conseguiu chegar a validade dele
  • Possivel Solução


297Rejeição: Assinatura difere do calculado
  • Esse erro acontece, quando você tenta emitir uma NF-e, ou uma Carta de Correção, e possui caracteres especiais no fim e/ou início das informações inseridas, até mesmo quebras de linha.
  • Verifique as seguintes opções:
    • Se a razão social está igual ao que consta no certificado digital;
    • Se tem algum espaçamento ou caractere especial no cadastro da filial (barra como S/N pode atrapalhar);
    • Se tem algum espaçamento ou caractere especial no cadastro do cliente (barra como S/N pode atrapalhar);
    • Se tem algum espaçamento ou caractere especial na descrição do produto. É bom reescrever manualmente a descrição do mesmo.
    • Na observação do movimento, caso haja informação, tente reescrever manualmente retirando qualquer caractere especial que possa ter (se o movimento já tiver efetivado terá que refazer o movimento para fazer esse ajuste).
    • Caso haja informação na tela do frete sobre a transportadora, verifique se tem algum espaçamento ou caractere especial no cadastro da transportadora (barra como S/N pode atrapalhar);
    • Outras sugestões consulte o link abaixo.

298Rejeição: Assinatura difere do padrão do Sistema
  • Uma das características é o documento ser assinado por um certificado digital emitido por AC credenciada no ICP-Brasil. Caso seja feito uso de um certificado gerado por entidade sem credenciamento com o ICP-Brasil, a rejeição 298 será visualizada, pois a assinatura vai divergir do padrão esperado pelo sistema.

299Rejeição: XML da área de cabeçalho com codificação diferente de UTF-8
  • Indica que a codificação do arquivo XML não segue os padrões estipulados para emissão de NFe. Pode estar com algum problema no cabeçalho enviado.
    • Esse erro não é comum no sistema, por tanto, rode os arquivos do sistema novamente, volte a versão do banco para refazer a estruturação, reinicie o sistema e tente emitir a nota novamente. Caso persista procure o setor de teste.

301Retorno: Uso Denegado: Irregularidade fiscal do emitente
  • Essa rejeição ocorre quando for emitida uma Nota Fiscal e o emitente estiver com algum tipo de irregularidade cadastral, a SEFAZ.
    • São situações da inscrição estadual que ocasionam a denegação de uso da NF-e:
• I.E. Suspensa;
• I.E. Cancelada;
• I.E. Baixada;
• I.E. Em Processo de Baixa
  • Consulte no site do Sintegra a situação do CNPJ do emitente. Entre em contato com a contabilidade para verificarem a questão.
    • Lembrando que todas as notas emitidas até ajustarem o problema ficarão com o status de denegada e não podem ser removidas no sistema.
  • Se a consulta do cadastro demonstrar o status como "Habilitado", mas ao emitir a nota a SEFAZ ainda retorne essa rejeição, deve-se entrar em contato com a SEFAZ da sua UF para alinhar as informações sobre o seu cadastro, pois, algumas atualizações ainda devem estar pendentes no site da SEFAZ

NÃO APAGUE NOTA DENEGADA DO SISTEMA, EXISTE STATUS PARA A MESMA E SE CONTABILIDADE E/OU SEFAZ EXIGEREM O ARQUIVO VOCÊ NÃO TERÁ COMO CONSULTAR, POR PADRÃO DADOS FISCAIS DEVEM SER AMARZENADOS POR 5 ANOS...


302Rejeição: Irregularidade fiscal do destinatário
  • Esse processo pode acontecer quando a SEFAZ identifica alguma irregularidade fiscal do destinatário
    • São situações da inscrição estadual que ocasionam a denegação de uso da NF-e:
• I.E. Suspensa;
• I.E. Cancelada;
• I.E. Baixada;
• I.E. Em Processo de Baixa
  • Consulte no site do Sintegra a situação do CNPJ do destinatário. Entre em contato com o mesmo para verificarem a questão.
    • Lembrando que todas as notas emitidas para esse CNPJ até ajustarem o problema ficarão com o status de denegada e não podem ser removidas no sistema.

NÃO APAGUE NOTA DENEGADA DO SISTEMA, EXISTE STATUS PARA A MESMA E SE CONTABILIDADE E/OU SEFAZ EXIGEREM O ARQUIVO VOCÊ NÃO TERÁ COMO CONSULTAR, POR PADRÃO DADOS FISCAIS DEVEM SER AMARZENADOS POR 5 ANOS...


303Retorno: Uso Denegado: Destinatário não habilitado a operar na UF
  • Isso acontece quando você tenta emitir uma NF-e e existe uma irregularidade no cadastro do destinatário.
    • São situações da inscrição estadual que ocasionam a denegação de uso da NF-e:
• I.E. Suspensa;
• I.E. Cancelada;
• I.E. Baixada;
•I.E. Em Processo de Baixa
  • Consulte no site do Sintegra a situação do CNPJ do destinatário. Entre em contato com o mesmo para verificarem a questão.
    • Lembrando que todas as notas emitidas para esse CNPJ até ajustarem o problema ficarão com o status de denegada e não podem ser removidas no sistema.

NÃO APAGUE NOTA DENEGADA DO SISTEMA, EXISTE STATUS PARA A MESMA E SE CONTABILIDADE E/OU SEFAZ EXIGEREM O ARQUIVO VOCÊ NÃO TERÁ COMO CONSULTAR, POR PADRÃO DADOS FISCAIS DEVEM SER AMARZENADOS POR 5 ANOS...


304Rejeição: Pedido de Cancelamento para NF-e com evento da Suframa
  • Essa rejeição ocorre quando ao tentar cancelar uma NF-e, onde a mesma já tenha passado por postos de fiscalização e foram registrados os eventos de Suframa.
  • Nestes casos onde a nota possui um evento informando a vistoria ou internalização do Suframa, não é permitido o cancelamento da NF-e. Caso seja necessário realizar o cancelamento deve-se entrar em contato com a Sefaz do Estado para verificar a possibilidade de cancelar o documento fiscal.

306Rejeição: IE do Destinatário não esta ativa na UF
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma NF-e, e a Inscrição Estadual (IE) do destinatário não está ativa na UF de destino.

    • Consulte no site do Sintegra a situação do destinatário, se a IE está correta ou é existente.
  • Possivel solução


315Rejeição: Data de Emissão anterior ao início da autorização de Nota Fiscal na UF
  • Essa rejeição ocorre quando a tag da data de emissão é enviada com uma data anterior a autorização da emissão de NF-e no Estado.
    • Normalmente ocorre quando o tipo de pagamento é parcelamento ou cheque e a data das parcelas é melhor que a data de autorização. Para corrigir será necessário refazer o movimento ou se não tiver opção pode ser ajustado via banco alterando essas parcelas no banco.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


316Rejeição: Nota Fiscal referenciada com a mesma Chave de Acesso da Nota Fiscal atual
  • Essa rejeição ocorre quando é informada uma nota referenciada que possui a mesma chave de acesso da nota fiscal que está sendo emitida. É necessário que a chave referenciada seja diferente da chave da nota em que ele é referenciada.
    • Verifique se a chave de acesso referenciada está correta.

317Rejeição: NF modelo 1 referenciada com data de emissão inválida
  • A rejeição indica que está sendo referenciada uma NF modelo 1 com data de emissão maior que de 5 anos da data atual ou superior ao ano/mês atual.
    • Verifique se a chave de acesso que foi referenciada está preenchida corretamente.
    • Se tiver correto e a nota for muito antiga não tem o que fazer, é uma regra da Sefaz estabelecida na NT 2015.002.

318Rejeição: Contranota de Produtor sem Nota Fiscal referenciada
  • Esse erro acontece quando você tenta emitir uma NF-e de entrada para um Produtor, porém não tem nenhuma nota referenciada.
    • Nesse caso é só referenciar a nota de origem.

319Rejeição: Contranota de Produtor não pode referenciar somente Nota Fiscal de entrada
  • Essa rejeição acontece, quando você tenta emitir uma contranota de produtor, porém não foram informadas todas as notas referenciadas conforme a SEFAZ espera.
    • Nesse caso teria que referenciar todas as notas que precisa.

320Rejeição: Contranota de Produtor referencia somente NF de outro emitente
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma contranota de produtor, e nas notas referenciadas foi informada apenas a NF-e de outro emitente.
    • Verifique a chave de acesso de está correta. Dentro da estrutura da mesma tem o CNPJ/CPF do destinatário, se tiver diferente do esperado irá retornar essa rejeição.

321Rejeição: NF-e de devolução de mercadoria não possui documento fiscal referenciado
  • Essa rejeição ocorre ao emitir uma NF-e com a finalidade de devolução, onde não foi referenciado nenhuma nota.
    • Atualmente no sistema esse erro não costuma ocorrer pois tem um bloqueio para não deixar salvar o movimento com a operação do tipo devolução sem ter uma chave de acesso referenciada.
    • Caso aconteça e o movimento tiver efetivado terá que refazer o mesmo.

322Rejeição: NF de produtor referenciada com data de emissão inválida
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma NF-e, a nota referenciada é de Produtor com data de emissão maior que de 5 anos da data atual ou superior ao ano/mês atual.
    • Verifique se a chave de acesso que foi referenciada está preenchida corretamente.
    • Se tiver correto e a nota for muito antiga não tem o que fazer, é uma regra da Sefaz estabelecida na NT 2015.002.

323Rejeição: CNPJ autorizado para download inválido
  • Essa rejeição ocorre quando tenta emitir uma nota onde o CNPJ de qualquer pessoa que tenha vinculo ou autorização para realizar download do XML (Emitente, Destinatário, transportador, etc.) está errado ou com algum problema na Sefaz do estado.
    • Se o erro está no cadastro do contador ou nos autorizados inclusos na aba DF-e (Outras informações > Autorizados download XML) dentro do cadastro da filial, essa alteração pode ser feita sem causar problema no acesso ao sistema.
    • Consulte o cadastro do destinatário e da transportadora também.
    • Confira o CNPJ no cadastro da filial.

Obs: Se o CNPJ estiver errado cuidado para não alterar sem solicitar o ajuste antes com o setor financeiro no nosso BackOffice. Consulte o post sobre Troca de Serial e CNPJ, como fazer?


324Rejeição: CNPJ do destinatário já autorizado para download
  • Essa rejeição ocorre quando o CNPJ do destinatário está incluso também em outro campo de autorizador de download de XML.
    • Verifique se o CNPJ do destinatário está informado no cadastro da filial como autorizados na aba DF-e (Outras informações > Autorizados download XML). Se tiver deve ser retirado para conseguir emitir a nota.

325Rejeição: CPF autorizado para download inválido
  • Essa rejeição ocorre quando tenta emitir uma nota onde o CPF de qualquer pessoa que tenha vinculo ou autorização para realizar download do XML (Emitente, Destinatário, transportador, etc.) está errado ou com algum problema na Sefaz do estado.
    • Se o erro está no cadastro do contador ou nos autorizados inclusos na aba DF-e (Outras informações > Autorizados download XML) dentro do cadastro da filial, essa alteração pode ser feita sem causar problema no acesso ao sistema.
    • Consulte o cadastro do destinatário e da transportadora também.
    • Confira o CPF no cadastro da filial.

Obs: Se o CPF estiver errado cuidado para não alterar sem solicitar o ajuste antes com o setor financeiro no nosso BackOffice. Consulte o post sobre Troca de Serial e CNPJ, como fazer?


326Rejeição: CPF do destinatário já autorizado para download
  • Essa rejeição ocorre quando o CPF do destinatário está incluso também em outro campo de autorizador de download de XML.
    • Verifique se o CPF do destinatário está informado no cadastro da filial como autorizados na aba DF-e (Outras informações > Autorizados download XML). Se tiver deve ser retirado para conseguir emitir a nota.

327Rejeição: CFOP inválido para Nota Fiscal com finalidade de devolução de mercadoria {nItem:nnn}
  • Essa rejeição indica que ao emitir uma NF-e de devolução foi informado um CFOP com finalidade diferente de devolução para um ou mais dos produtos da NF-e.

    • Para corrigir primeiro precisa entrar em contato com a contabilidade e confirmar qual o CFOP deve ser usado na devolução desses produtos que serão incluídos ao movimento. Após isso, configurar a classe de imposto de acordo com a orientação passada.
    • Caso o movimento tenha sido feito editando os impostos deve ser informado no campo específico da tela o CFOP correto.
    • Se está sendo realizado a importação do XML da nota de compra para fazer esse movimento deve ser feita a alteração do CFOP na coluna própria ainda na tela de importação. Em todos os casos, caso o movimento esteja efetivado, deve ser refeito o movimento.
  • Outra forma de ajustar esse erro é via banco de dados, onde será alterado o CFOP que foi informado.

    • Essa opção não é orientada a ser feita, uma vez que outros erros podem ocorrer devido a essa alteração via banco.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


328Rejeição: CFOP de devolução de mercadoria para NF-e que não tem finalidade de devolução de mercadoria
  • Essa rejeição indica que ao emitir uma NF-e foi informado um CFOP com finalidade de devolução para um ou mais dos produtos da NF-e porém a finalidade da operação usada não é devolução.
    • Para corrigir primeiro precisa entrar em contato com a contabilidade e confirmar qual o CFOP deve ser usado nesses produtos que serão incluídos ao movimento. Após isso, configurar a classe de imposto de acordo com a orientação passada.
    • Caso o movimento tenha sido feito editando os impostos deve ser informado no campo específico da tela o CFOP correto.
    • Se está sendo realizado a importação do XML da nota de compra para fazer esse movimento deve ser feita a alteração do CFOP na coluna própria ainda na tela de importação. Em todos os casos, caso o movimento esteja efetivado, deve ser refeito o movimento.

  • Outra forma de ajustar esse erro é via banco de dados, onde será alterado o CFOP que foi informado.
    • Essa opção não é orientada a ser feita, uma vez que outros erros podem ocorrer devido a essa alteração via banco.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


329Rejeição: Número da DI /DSI inválido
  • Essa rejeição ocorre quando numa nota de importação é informado o grupo Declaração de Importação ou Número de Documento de Importação errado.

ESSA REJEIÇÃO NÃO OCORRE ATUALMENTE NO SISTEMA POIS NÃO É EMITIDA NOTA DE IMPORTAÇÃO.

330Rejeição: Informar o Valor da AFRMM na importação por via marítima
  • Essa rejeição ocorre quando ao realizar a emissão de uma NF-e de importação onde é informada a tag tpViaTransp = 1, a tag vAFRMM não foi informada.

ESSA REJEIÇÃO NÃO OCORRE ATUALMENTE NO SISTEMA POIS NÃO É EMITIDA NOTA DE IMPORTAÇÃO.

331Rejeição: Informar o CNPJ do adquirente ou do encomendante nesta forma de importação
  • Essa rejeição ocorre quando na emissão de uma NF-e de Importação, dentro do grupo Declaração de Importação, a tag forma de importação quanto a intermediação for igual a 2 (Importação por conta e ordem) ou 3 (Importação por encomenda) não foi informado a tag CNPJ do adquirente ou do encomendante, ao qual é obrigatório o preenchimento.

ESSA REJEIÇÃO NÃO OCORRE ATUALMENTE NO SISTEMA POIS NÃO É EMITIDA NOTA DE IMPORTAÇÃO.

332Rejeição: CNPJ do adquirente ou do encomendante da importação inválido
  • Essa rejeição ocorre quando na emissão de uma NF-e de Importação, dentro do grupo Declaração de Importação foi informado o CNPJ do adquirente ou do encomendante errado.

ESSA REJEIÇÃO NÃO OCORRE ATUALMENTE NO SISTEMA POIS NÃO É EMITIDA NOTA DE IMPORTAÇÃO.

333Rejeição: Informar a UF do adquirente ou do encomendante nesta forma de importação
  • Essa rejeição ocorre quando na emissão de uma NF-e de Importação, dentro do grupo Declaração de Importação, a tag forma de importação quanto a intermediação for igual a 2 (Importação por conta e ordem) ou 3 (Importação por encomenda) não foi informado a tag CNPJ do adquirente ou do encomendante, ao qual é obrigatório o preenchimento.

ESSA REJEIÇÃO NÃO OCORRE ATUALMENTE NO SISTEMA POIS NÃO É EMITIDA NOTA DE IMPORTAÇÃO.

334Rejeição: Número do processo de drawback não informado na importação
  • Essa rejeição ocorre quando não é informado o número do ato concessório de drawback quando usado os CFOP 3127 e 3211.

ESSA REJEIÇÃO NÃO OCORRE ATUALMENTE NO SISTEMA POIS NÃO É EMITIDA NOTA DE IMPORTAÇÃO.

335Rejeição: Número do processo de drawback na importação inválido
  • Essa rejeição ocorre quando não é informado o número do processo de drawback é inválido quando usado os CFOP 3127 e 3211.

ESSA REJEIÇÃO NÃO OCORRE ATUALMENTE NO SISTEMA POIS NÃO É EMITIDA NOTA DE IMPORTAÇÃO.

336Rejeição: Informado o grupo de exportação no item para CFOP que não é de exportação
  • Essa rejeição ocorre quando é informado o grupo de exportação e usado um CFOP que não é de exportação e o identificador de destino é diferente de 3.

337Rejeição: NFC-e para emitente pessoa física
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NFC-e e é informado um CPF como emitente. NFC-e apenas podem ser emitidas por Pessoas Jurídicas.

338Rejeição: Número do processo de drawback não informado na exportação
  • Essa rejeição ocorre ao tentar emitir NF-e de Exportação onde algum item possui o CFOP 7127 ou 7211, e não é informado o número do ato concessório de drawback

339Rejeição: Número do processo de drawback na exportação inválido
  • Essa rejeição ocorre ao tentar emitir NF-e de Exportação onde algum item possui o CFOP 7127 ou 7211, e o número do processo de drawback é inválido.

340Rejeição: Não informado o grupo de exportação indireta no item
  • Essa rejeição ocorre quando é informado o CFOP 3503 ou 7501 e não tem da tag detExport que é obrigatório para exportação indireta.

341Rejeição: Número do registro de exportação inválido
  • Essa rejeição ocorre quando é informado o CFOP 3503 ou 7501 e o número do registro de exportação é inválido.

342Rejeição: Chave de Acesso informada na Exportação Indireta com DV inválido
  • Essa rejeição ocorre quando é informado o CFOP 3503 ou 7501 e a Chave de Acesso da NF-e recebida para exportação tem dígito verificador inválido.

343Rejeição: Modelo da NF-e informada na Exportação Indireta diferente de 55
  • Rejeição ocorre quando ao emitir uma NF-e de exportação indireta informa um modelo diferente de 55 (NF-e).

344Rejeição: Duplicidade de NF-e informada na Exportação Indireta (Chave de Acesso informada mais de uma vez)
  • Essa rejeição ocorre, quando você está emitindo uma NF-e de exportação, e informa a chave de acesso mais de uma vez.

345Rejeição: Chave de Acesso informada na Exportação Indireta não consta como NF-e referenciada
  • Essa rejeição ocorre quando é informada uma chave de acesso no item da exportação indireta, porém ela não é referenciada na NF-e.

346Rejeição: Somatório das quantidades informadas na Exportação Indiretanão corresponde a quantidade total do item
  • Esse erro acontece, quando você tenta emitir uma NF-e de Exportação Indireta, e a quantidade comercial difere da quantidade exportada.

347Rejeição: Descrição do combustível diverge da descrição adotada pela ANP
  • Esse erro ocorre caso você esteja realizando a emissão de uma NF-e com substituição tributária para a UF de destino, com destinatário residente no mesmo Estado da emissão ou no Exterior (idDest=1 ou idDest=3) e preencha o campo IEST, referente à IE do Substituto Tributário da UF de destino da mercadoria.
  • O campo IEST deverá ser preenchido apenas em operações interestaduais em que houver a retenção do ICMS ST para a UF de destino, ou quando, a critério da UF, for permitido que tal informação seja inserida em operações internas.

348Rejeição: NFC-e com grupo RECOPI
  • Essa rejeição ocorre quando ao emitir uma NFCe é informado o grupo RECOPI o que para esse modelo não é permitido em nenhuma UF.

349Rejeição: Número RECOPI não informado
  • Essa rejeição ocorre ao tentar realizar a emissão de uma NF-e sem o número de RECOPI em operações de impressão de livros, jornais e/ou periódicos (NCM identificando tais itens).

350Rejeição: Número RECOPI inválido
  • Essa rejeição ocorre ao tentar realizar a emissão de uma NF-e o número de RECOPI em operações de impressão de livros, jornais e/ou periódicos (NCM identificando tais itens) é inválido.

351Rejeição: Valor do ICMS da Operação no CST=51 difere do produto BC e Alíquota
  • Essa rejeição ocorrerá ao tentar emitir uma NF-e com CST "51 - Diferimento" e o valor de ICMS da operação for diferente do valor da base de cálculo do ICMS x alíquota do imposto.
    • Esse erro ocorre quando o cálculo está sendo feito de forma errada, normalmente quando é editado os impostos manualmente ao lançar os itens.

O que pode ser feito nesse caso é refazer o movimento manualmente ou fazer o ajuste via banco.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


352Rejeição: Valor do ICMS Diferido no CST=51 difere do produto Valor ICMS Operação e percentual diferimento
  • Essa rejeição ocorre quando o cálculo do ICMS Diferido é feito de forma errada. Como é um valor que depende de muitas variáveis é orientado a refazer o movimento e não usar ajuste via banco, ficando a critério do gerente e/ou supervisor o fazer.
  • Nesse post, Como funciona o calculo do ICMS diferido, explica sobre o cálculo e como deve ser configurado na classe de imposto para calcular corretamente esse valor. Em caso de dúvidas consulte seu gestor.

353Rejeição: Valor do ICMS no CST=51 não corresponde a diferença do ICMS operação e ICMS diferido
  • Essa rejeição acontece quando você tenta emitir uma NF-e com CST de ICMS igual a "51 - Diferimento" e o valor do ICMS condiz com a diferença entre o valor do ICMS Diferido e o Valor do ICMS da Operação.
    • Quando é informado diferimento, o Valor do ICMS é feito da seguinte forma: Valor ICMS da Operação - Valor ICMS Diferido = Valor do ICMS
  • Nesse post, Como funciona o calculo do ICMS diferido, explica sobre o cálculo e como deve ser configurado na classe de imposto para calcular corretamente esse valor. Em caso de dúvidas consulte seu gestor.

354Rejeição: Informado grupo de devolução de tributos para NF-e que não tem finalidade de devolução de mercadoria
  • Esse erro acontece quando você tenta emitir uma NF-e que não possui finalidade de devolução, porém os impostos são informados com grupos de devolução, ou seja, usando as tags de devolução.
    • Para corrigir primeiro precisa entrar em contato com a contabilidade e confirmar qual as configurações fiscais devem ser usadas na operação. Após isso, configurar a classe de imposto de acordo com a orientação passada.
    • Caso o movimento tenha sido feito editando os impostos deve ser revisto todas as informações e cálculos de acordo com o que foi passado pela contabilidade.

Em ambos os casos, caso o movimento esteja efetivado, deve ser refeito o movimento.


355Rejeição: Informar o local de saída do Pais no caso da exportação
  • Esse erro acontece quando você tenta emitir uma NF-e de exportação, porém obrigatoriamente deve ser informado o local de embarque das mercadorias e não foi informado.

356Rejeição: Informar o local de saída do Pais somente no caso da exportação
  • Esse erro acontece quando você tenta emitir uma NF-e de exportação de entrada informando o local de embarque das mercadorias. Deve-se indicar o local somente para NF-e de saída.

357Rejeição: Chave de Acesso do grupo de Exportação Indireta inexistente {nRef: xxx}
  • Essa rejeição ocorre quando a chave de acesso informada dentro do item no campo de "Exportação Indireta" consta como inexistente na SEFAZ.

358Rejeição: Chave de Acesso do grupo de Exportação Indireta cancelada ou denegada {nRef: xxx}
  • Essa rejeição ocorre, quando você tenta emitir uma NF-e de exportação, e no grupo de Exportação Indireta é informada a chave de acesso de uma nota cancelada ou denegada.
    • Verifique com o remetente de origem o status da nota.

359Rejeição: NF-e de venda a Órgão Público sem informar a Nota de Empenho
  • Essa rejeição ocorre quando se tem ICMS Desonerado motivado por "Venda a Órgão Público", mas não é informada a nota de empenho.
    • Verifique com a contabilidade se o motivo desonerado configurado na classe de imposto está correto.
      • Caso esteja é necessário referenciar a nota de empenho,
      • Estando errado, altere o motivo desonerado para o que foi passado pela contabilidade.
    • Em ambos os casos, caso o movimento esteja efetivado, deve ser refeito o movimento.
  • Outra forma de ajustar esse erro, em caso de motivo errado, é via banco de dados, onde será alterado o motivo desonerado que foi passado pela contabilidade.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


360Rejeição: NF-e com Nota de Empenho inválida para a UF.
  • Essa rejeição ocorre caso contenha a discriminação de uma nota de empenho que não é válida para aquele estado, nesse caso verifique junto a licitação do Órgão Público as informações necessárias para informar a Nota de Empenho.

361Rejeição: NF-e com Nota de Empenho inexistente na UF.
  • Essa rejeição ocorre quando é referenciado uma nota de empenho não autorizada.

362Rejeição: Venda de combustível sem informação do Transportador
  • Essa rejeição ocorre quando utiliza um CFOP de venda de combustível na NF-e, porém não é informado o transportador, ou seja, o tipo do frete está SEM FRETE.
    • Quando vai fazer uma venda com esse tipo de CFOP tem que informar o tipo do frete (Destinatário, Emitente ou Transportadora).
    • Nos casos em que não houver circulação física de mercadoria ou em que o transportador seja estrangeiro, os dados do transportador poderão ser preenchidos com o CNPJ do próprio emitente do documento fiscal.
  • Para ajuste da nota pode refazer o movimento, informando na tela do Frete, qual será o tipo do frete ou fazer o ajuste via banco.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


363Rejeição: IE do substituto tributário idêntica à IE do emitente ou do destinatário
  • Essa rejeição indica que quando se estiver emitindo uma NF-e onde o Substituto Tributário indicar o recolhimento do ICMS (ICMS ST), essa nota será realizada sobre um outro contribuinte, sendo assim, não será permitido que o Substituto Tributário seja informado com a mesma IE do emitente ou destinatário da nota.
    • Inscrição Estadual do Emitente ou Destinatário está igual ao da Inscrição Estadual da Substituição Tributária.

364Rejeição: Total do valor da dedução do ISS difere do somatório dos itens
  • Essa rejeição ocorre quando ao realizar a emissão de uma NF-e ou NFC-e com total da dedução do ISS (tag vDeducao) está diferente da soma do Valor da dedução de cada item.

365Rejeição: Total de outras retenções difere do somatório dos itens
  • Essa rejeição ocorre quando ao realizar a emissão de uma NF-e ou NFC-e o Total de Outras Retenções está diferente da soma do Valor de Outras Retenções de cada item.

366Rejeição: Total do desconto incondicionado ISS difere do somatório dos itens
  • Essa rejeição ocorre quando ao realizar a emissão de uma NF-e ou NFC-e o Total do Desconto Incondicionado ISS está diferente da soma do Valor do Desconto Incondicionado ISS de cada item.

367Rejeição: Total do desconto condicionado ISS difere do somatório dos itens
  • Essa rejeição ocorre quando ao realizar a emissão de uma NF-e ou NFC-e o Total do Desconto Condicionado ISS está diferente da soma do Valor do Desconto Condicionado ISS de cada item.

368Rejeição: Total de ISS retido difere do somatório dos itens
  • Essa rejeição ocorre quando ao realizar a emissão de uma NF-e ou NFC-e o Total do ISS retido está diferente da soma do Valor do ISS retido de cada item.

369Rejeição: Não informado o grupo avulsa na emissão pelo Fisco
  • Essa rejeição ocorre quando é informado a tag procEmi igual a 1 ou 2 e não tem o grupo avulsa no XML.

370Rejeição: Nota Fiscal Avulsa com tipo de emissão inválido
  • Essa rejeição ocorre quando é informado a tag procEmi igual a 1 ou 2 e informado o tipo de emissão (tpEmi) diferente de normal (1).

372Rejeição: Destinatário com identificação de estrangeiro com caracteres inválidos
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma NF-e, e existe algum caractere inválido no cadastro do cliente estrangeiro como: *, <, >, ""

373Rejeição: Descrição do primeiro item diferente de NOTA FISCAL EMITIDA EM AMBIENTE DE HOMOLOGACAO – SEM VALOR FISCAL
  • Essa rejeição ocorre quando a descrição do primeiro item do movimento está diferente do padrão da Sefaz.

374Rejeição: CFOP incompatível com o grupo de tributação {nItem:nnn}
  • Essa rejeição pode ocorrer em duas possíveis situações, se o CFOP foi informado igual à 5.933 ou não.
    • Se o CFOP for informado IGUAL à 5.933 e essa rejeição ocorrer, significa que é necessário informar o Grupo de Tributação pelo ISSQN;
    • Se o CFOP for informado DIFERENTE de 5.933 e essa rejeição ocorrer, significa que o Grupo de Tributação pelo ISSQN foi informado, porém o CFOP não é adequado nessa operação, sendo necessário informar o CFOP 5.933.

Esta regra de validação é obrigatória em todas as UFs e é valida para NFC-e (modelo 65).


375Rejeição: NF-e com CFOP 5929 (Lançamento relativo a Cupom Fiscal) referencia uma NFC-e {nItem:nnn}
  • Esse erro acontece quando você tenta emitir uma NF-e com o CFOP igual a 5.929 ou 6.929 e for referenciada uma NFC-e.
    • Nem todas as UF proíbem a emissão de NF-e com esse CFOP referenciando uma NFC-e, consulte a contabilidade para confirmar.

376Rejeição: Data do Desembaraço Aduaneiro inválida {nItem:nnn}
  • A rejeição indica que a "Data do Desembaraço Aduaneiro" informada é inferior a 5 anos ou maior que a data atual.

377Rejeição: Código de País do destinatário Inexistente
  • Quando for emitida uma NF-e e o código do país do destinatário não existir na Tabela de Países divulgada pela SEFAZ.

378Rejeição: Grupo de Combustível sem a informação de Encerrante {nItem:nnn}
  • Essa rejeição ocorre quando for emitida uma NFC-e com o Grupo de Combustível (comb) e não for informado o Encerrante. Nem todos os códigos de produtos ANP são obrigatórios essa informação.
    • Segue a lista dos códigos que são obrigatórios o dado:
      • 810101002 - ETANOL HIDRATADO ADITIVADO;
      • 810101001 - ETANOL HIDRATADO COMUM;
      • 220101005 - GÁS NATURAL VEICULAR;
      • 220101006 - GÁS NATURAL VEICULAR PADRÃO;
      • 320103001 - GASOLINA AUTOMOTIVA PADRÃO;
      • 320102002 - GASOLINA C ADITIVADA;
      • 320102001 - GASOLINA C COMUM;
      • 320102003 - GASOLINA C PREMIUM;
      • 820101033 - ÓLEO DIESEL B S10 - ADITIVADO;
      • 820101034 - ÓLEO DIESEL B S10 - COMUM;
      • 420106001 - ÓLEO DIESEL B S10 AMD 10;
      • 820101011 - ÓLEO DIESEL B S1800 Não Rodoviário - Aditivado;
      • 820101003 - ÓLEO DIESEL B S1800 Não Rodoviário - Comum;
      • 820101013 - ÓLEO DIESEL B S500 - ADITIVADO;
      • 820101012 - ÓLEO DIESEL B S500 - COMUM;
      • 420106002 - ÓLEO DIESEL B S500 AMD 10;
      • 420301004 - OLEO DIESEL DE REFERÊNCIA S300.

379Rejeição: Grupo de Encerrante na NF-e (modelo 55) para CFOP diferente de venda de combustível para consumidor final
  • Essa rejeição ocorre quando for emitida uma NF-e com o Grupo do Encerrante, no Detalhamento Específico de Combustível e o CFOP for diferente de 5.656 ou 5.667.

380Rejeição: Valor do Encerrante final não é superior ao Encerrante inicial {nItem:nnn}
  • Essa rejeição ocorre quando o valor do encerrante final não é superior ao encerrante inicial.

381Rejeição: Grupo de tributação ICMS90, informando dados do ICMS-ST {nItem:nnn}
  • Essa rejeição ocorre quando é informado o CST 90 e os dados referente a substituição tributária.
    • É necessário retirar as informações (Base_ICMS_ST, ICMS_Perc_ST, Valor_ICMS_ST) ou alterar o CST para outro.
      • Independente do caso deve ser consultada a contabilidade para melhor orientação.
      • Em ambos os casos deve ser configurado a classe de imposto conforme a orientação passada e refazer o movimento, caso o mesmo já esteja efetivado.
      • Outra opção é o ajuste via banco, que fica a critério do gerente e/ou supervisor.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


382Rejeição: CFOP não permitido para o CST informado {nItem:nnn}
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma nota informando um CFOP que não é compatível com o CST informado.

    • Para corrigir primeiro precisa entrar em contato com a contabilidade e confirmar qual o CFOP e CST deve ser usado para os produtos dessa operação usada. Após isso, configurar a classe de imposto de acordo com a orientação passada.
    • Caso o movimento tenha sido feito editando os impostos deve ser informado no campo específico da tela o CFOP e CST corretos.
    • Se está sendo realizado a importação do XML da nota de compra para fazer esse movimento deve ser feita a alteração do CFOP e CST nas colunas próprias ainda na tela de importação.
      • Em todos os casos, caso o movimento esteja efetivado, deve ser refeito o movimento.
  • Outra forma de ajustar esse erro é via banco de dados, onde será alterado o CFOP e/ou o CST conforme foi informado.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


383Rejeição: Item com CSOSN indevido {nItem:nnn}
  • Essa rejeição ocorre quando é informado na coluna CSOSN um código que não existe na Sefaz.

    • Caso esteja fazendo a edição manual dos impostos confira se está sendo usado o código correto do CSOSN. O mesmo são 3 dígitos seguindo a tabela do Código de Situação da Operação – Simples Nacional.
    • Se o cliente mudou de regime e não foi feita a alteração das configurações da classe de imposto essa rejeição também pode ocorrer. Faça as configurações seguindo as orientações da contabilidade para cada tipo de operação.
      • Em ambos os casos, caso o movimento já esteja efetivado, será necessário refazer o momento.
  • Caso opte pelo ajuste via banco consulte seu gerente ou supervisor.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


384Rejeição: CSOSN não permitido para a UF {nItem:nnn}
  • Essa rejeição informa que o CSOSN informado não é permitido pela UF ser usado.
    • Confirme com a contabilidade qual a classe de imposto do produto, confira as configurações e altere caso seja necessário.
      • Caso a configuração esteja errada, após fazer o ajuste refaça o movimento e emita a nota novamente.
      • Caso opte pelo ajuste via banco consulte seu gerente ou supervisor.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


385Rejeição: Grupo de tributação ICMS900, informando dados do ICMS-ST {nItem:nnn}
  • Essa rejeição ocorre quando é informado o CSOSN 900 e os dados referente a substituição tributária.
    • É necessário retirar as informações (Base_ICMS_ST, ICMS_Perc_ST, Valor_ICMS_ST) ou alterar o CSOSN para outro.
      • Independente do caso deve ser consultada a contabilidade para melhor orientação.
      • Em ambos os casos deve ser configurado a classe de imposto conforme a orientação passada e refazer o movimento, caso o mesmo já esteja efetivado.
      • Outra opção é o ajuste via banco, que fica a critério do gerente e/ou supervisor.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


386Rejeição: CFOP não permitido para o CSOSN informado {nItem:nnn}
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma nota informando um CFOP que não é compatível com o CSOSN informado.

    • Para corrigir primeiro precisa entrar em contato com a contabilidade e confirmar qual o CFOP e CSOSN deve ser usado para os produtos dessa operação usada. Após isso, configurar a classe de imposto de acordo com a orientação passada.
      • Caso o movimento tenha sido feito editando os impostos deve ser informado no campo específico da tela o CFOP e CSOSN corretos.
      • Se está sendo realizado a importação do XML da nota de compra para fazer esse movimento deve ser feita a alteração do CFOP e CSOSN nas colunas próprias ainda na tela de importação.
    • Em todos os casos, caso o movimento esteja efetivado, deve ser refeito o movimento.
  • Outra forma de ajustar esse erro é via banco de dados, onde será alterado o CFOP e/ou o CSOSN conforme foi informado.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


387Rejeição: Código de Enquadramento Legal do IPI inválido {nItem:nnn}
  • Essa rejeição ocorre quando é informado um código de enquadramento legal do IPI que não existe ou está errado.

    • Para corrigir primeiro precisa entrar em contato com a contabilidade e confirmar qual o código de enquadramento legal do IPI deve ser usado para os produtos dessa operação usada. Após isso, configurar a classe de imposto de acordo com a orientação passada.
      • Caso o movimento tenha sido feito editando os impostos deve ser informado no campo específico da tela o código de enquadramento correto.
      • Se está sendo realizado a importação do XML da nota de compra para fazer esse movimento deve ser feita a alteração do código de enquadramento na coluna própria ainda na tela de importação.
    • Em todos os casos, caso o movimento esteja efetivado, deve ser refeito o movimento.
  • Outra forma de ajustar esse erro é via banco de dados, onde será alterado o código de enquadramento legal do IPI conforme foi informado pela contabilidade.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


388Rejeição: Código de Situação Tributária do IPI incompatível com o Código de Enquadramento Legal do IPI {nItem:nnn}
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma NF-e, e o CST do IPI não está de acordo com o Enquadramento Legal do IPI.

  • Para corrigir primeiro precisa entrar em contato com a contabilidade e confirmar qual o CST do IPI e o código de enquadramento legal do IPI devem ser usados para os produtos dessa operação usada. Após isso, configurar a classe de imposto de acordo com a orientação passada.

    • Caso o movimento tenha sido feito editando os impostos deve ser informado no campo específico da tela o CST do IPI e/ou o código de enquadramento correto.
    • Se está sendo realizado a importação do XML da nota de compra para fazer esse movimento deve ser feita a alteração do CST do IPI e/ou o código de enquadramento nas colunas próprias ainda na tela de importação.
  • Em todos os casos, caso o movimento esteja efetivado, deve ser refeito o movimento.

  • Outra forma de ajustar esse erro é via banco de dados, onde será alterado o CST do IPI e/ou o código de enquadramento legal do IPI conforme foi informado pela contabilidade.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


389Rejeição: Código Município ISSQN inexistente {nItem:nnn}
  • Essa rejeição ocorre quando ao emitir uma NF-e ou NFC-e o código do município que está informado a incidência de ISSQN não existe.
    • Confira no cadastro do remetente ou do destinatário se a cidade está informada corretamente.
      • Se tiver, vá em CRM > Clientes e fornecedores > Cadastro cidades e verifique se a cidade está cadastrada. Clique em ‘Importar os dados’ caso não encontre e se persistir consulte pelo CEP a cidade correta.
    • Não será preciso refazer o movimento, apenas recarregue o mesmo para puxar as novas configurações do cadastro. Se o problema era no remetente tem que fechar o sistema e abrir novamente por se tratar de alterações no cadastro da filial.

390Rejeição: Nota Fiscal com grupo de devolução de tributos {nItem:nnn}
  • Essa rejeição ocorre quando vai emitir uma NFC-e e é informado o grupo de devolução de tributos, onde não é permitido com esse modelo de nota. Opte pela emissão de uma NF-e caso precise emitir a nota com essas informações.

391Rejeição: Não informados os dados do cartão de crédito / débito nas Formas de Pagamento da Nota Fiscal
  • Essa rejeição ocorre quando tenta emitir uma nota onde foi informado na tag tPag que o pagamento foi realizado no cartão de crédito (3) ou cartão de débito (4), porém não tem o grupo informando a tag cart onde pode varias a quantidade e valor dos campos se houver integração automática com a máquina do TEF ou não.

392Rejeição: Não informados os dados da operação de pagamento por cartão de crédito / débito
  • Essa rejeição ocorre quando há a integração automática com a máquina do TEF, informado na tag tpIntegra o código 1, porém está sem os dados restantes que precisa como CNPJ, bandeira e código de autorização.
    • Confira se no cadastro da administradora de cartão (Financeiro > Recebíveis > Administradora de cartão) está informando o fornecedor e o cadastro do mesmo está completo.

393Rejeição: NF-e com o grupo de Informações Suplementares
  • Essa rejeição ocorre quando tenta emitir uma NF-e onde tem informações suplementares que são permitidas somente na emissão de NFC-e.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

394Rejeição: Nota Fiscal sem a informação do QR-Code
  • Essa rejeição ocorre quando ao emitir uma NFC-e não vem a informação da URL de QR-Code.
    • Verifique os WebServices, caso esteja sem a informação consulte o site da Sefaz do estado para pegar os dados ou consulte o Endereços WebServices.

395Rejeição: Endereço do site da UF da Consulta via QRCode diverge do previsto
  • Essa rejeição ocorre quando é informado a URL do QR-Code errada.
    • Verifique os WebServices, caso esteja sem a informação consulte o site da Sefaz do estado para pegar os dados ou consulte o Endereços WebServices.

396Rejeição: Parâmetro do QR-Code inexistente (chAcesso)
  • Essa rejeição ocorre quando a estrutura da tag qrCode está fora do padrão da Sefaz.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

397Rejeição: Parâmetro do QR-Code divergente da Nota Fiscal (chAcesso)
  • Essa rejeição ocorre quando a estrutura da tag qrCode não está igual as informações da nota fiscal.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

398Rejeição: Parâmetro nVersao do QR-Code difere do previsto
  • Essa rejeição ocorre quando a versão informada na tag qrCode está diferente de 2.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

399Rejeição: Parâmetro de Identificação do destinatário no QR-Code para Nota Fiscal sem identificação do destinatário
  • Essa rejeição ocorre quando é informada na tag qrCode os dados do destinatário, porém na nota não tem esse dado.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

400Rejeição: Parâmetro do QR-Code não está no formato hexadecimal (dhEmi)
  • Essa rejeição ocorre quando o parâmetro da hast informada na tag qrCode não está de acordo com as especificações da Sefaz.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

401Rejeição: CPF do emitente inválido
  • Essa rejeição ocorre quando é informado no cadastro do emitente o CPF errado.
    • Confira o CPF no cadastro da filial.

Obs: Se o CPF estiver errado cuidado para não alterar sem solicitar o ajuste antes com o setor financeiro no nosso BackOffice. Consulte o post sobre Troca de Serial e CNPJ, como fazer?


402Rejeição: XML da área de dados com codificação diferente de UTF-8
  • Essa rejeição ocorre quando há uso de caracteres no XML que não pertencem ao configuro de codificação padrão permitido pela Sefaz, como acentuações.
    • Remova os caracteres especiais de qualquer campo que vá para o XML seja, no cadastro da filial, destinatário, transportadora, produtos e/ou observação.
    • É recomendado que não use acentuações e textos copiados de qualquer editor de texto ou planilha, ou seja, caso dê a rejeição reescreva manualmente todos os campos se for necessário.

403Rejeição: O grupo de informações da NF-e avulsa é de uso exclusivo do Fisco
  • Essa rejeição ocorre quando é informado a o grupo avulsa no XML. Por regra da Sefaz o uso desse grupo é exclusivo do fisco.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

404Rejeição: Uso de prefixo de namespace não permitido
  • Essa rejeição ocorre quando é informado na estrutura do namespace no XML algo inválido.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

405Rejeição: Código do país do emitente: dígito inválido
  • Essa rejeição ocorre quando ao emitir uma NF-e ou NFC-e o código do país informado no cadastro do emitente está errado.
    • Confira no cadastro do remetente se a cidade está informada corretamente.
      • Se tiver, vá em CRM > Clientes e fornecedores > Cadastro países e verifique se o país Brasil está informado. Clique em ‘Importar os dados’ caso não encontre.
    • Nos bancos padrões de todos os estados já vem com todos os países e cidades importados. Caso não tenha pode ter sido removido ou esteja usando um banco diferente do padrão. De qualquer forma, basta ter o cadastro correto do país (Brasil) para que o sistema faça as configurações corretas no XML.

406Rejeição: Código do país do destinatário: dígito inválido
  • Essa rejeição ocorre quando ao emitir uma NF-e ou NFC-e o código do país informado no cadastro do destinatário está errado.
    • Confira no cadastro do destinatário se a cidade está informada corretamente.
      • Se tiver, vá em CRM > Clientes e fornecedores > Cadastro países e verifique se o país Brasil está informado. Clique em ‘Importar os dados’ caso não encontre.
    • Nos bancos padrões de todos os estados já vem com todos os países e cidades importados. Caso não tenha pode ter sido removido ou esteja usando um banco diferente do padrão. De qualquer forma, basta ter o cadastro correto do país (Brasil) para que o sistema faça as configurações corretas no XML.

407Rejeição: O CPF só pode ser informado no campo emitente para a NF-e avulsa
  • Essa rejeição ocorre quando é usado CPF para emissão de uma NF-e que não é avulsa. Notas avulsas só podem ser emitidas através dos portais estaduais que disponibilizam esse recurso.

408Rejeição: Evento não disponível para Autor pessoa física
  • Essa rejeição ocorre quando é informado CPF na emissão de uma NFC-e.

409Rejeição: Campo cUF inexistente no elemento nfeCabecMsg do SOAP Header
  • Essa rejeição ocorre quando a UF informada no XML no campo cUF está errado ou não existe.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

410Rejeição: UF informada no campo cUF não é atendida pelo Web Service
  • Essa rejeição ocorre quando é informado WebServices errados na emissão da nota.
    • Verifique os WebServices, caso esteja sem a informação consulte o site da Sefaz do estado para pegar os dados ou consulte o Endereços WebServices.

411Rejeição: Campo versaoDados inexistente no elemento nfeCabecMsg do SOAP Header
  • Essa rejeição ocorre quando a UF informada no XML uma versão errada ou não existe.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

416Rejeição: Falha na descompactação da área de dados
  • O novo método tem unicamente o parâmetro “nfeDadosMsgZip”, contendo a mensagem “enviNFe” compactada no padrão GZip, onde o resultado da compactação é convertido para Base64.
  • A aplicação da SEFAZ irá descompactar a mensagem recebida, seguindo o procedimento normal do tratamento do Lote descompactado. Em caso de falha no processo de descompactação será retornado o erro. Esse é um erro de processamento da Sefaz.

417Rejeição: Total do ICMS superior ao valor limite estabelecido
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma NF-e, e o valor total do ICMS é superior ao limite estabelecido pelo estado.
    • Verifique com a contabilidade qual o valor máximo de ICMS permitido.
    • Caso o valor seja superior é orientado a dividir esse valor em duas ou mais notas. Siga as orientações passadas pela contabilidade.

418Rejeição: Total do ICMS ST superior ao valor limite estabelecido
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma NF-e, e o valor total do ICMS ST é superior ao limite estabelecido pelo estado.
    • Verifique com a contabilidade qual o valor máximo de ICMS ST permitido.
    • Caso o valor seja superior é orientado a dividir esse valor em duas ou mais notas. Siga as orientações passadas pela contabilidade.

420Rejeição: Cancelamento para NF-e já cancelada
  • Essa rejeição ocorre quando já existe uma NF-e com mesma Numeração e Série cancelada junto à base de dados da SEFAZ, ou seja, quando há uma segunda solicitação de cancelamento para uma mesma NF-e, que já se encontra cancelada.

Existe duas situações neste caso com soluções distintas, porém a mais comum nessa rejeição é a segunda:

  • 1° caso: Sistema já em uso e emitindo nota normalmente, de repente começa a emitir nota com numeração já usada na SEFAZ. O usuário tente cancelar e da essa rejeição.
    • Essa numeração pode ter sido usada em outra plataforma de emissão de nota diferente do Etrade e cancelada. Nesse caso deve ser desassociada a nota do movimento.
  • 2° caso: Nota consta como cancelada na Sefaz com os mesmos dados do movimento.
    • Nesse caso pode ter havido uma falha de comunicação no momento em que a Sefaz enviava os dados para o sistema, por tanto deve alterar via banco o status dessa nota.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


434Rejeição: NF-e nem indicativo intermediador
  • Essa rejeição ocorre quando na emissão de uma NF-e/NFC-e o indicativo de presença é igual a 2, 3, 4 ou 9 e não for informado o indicativo do Intermediário, exceto nas condições em que o indicativo de presença for igual a 1, 0 ou 5.

435Rejeição: NF-e não pode ter o indicativo do intermediador
  • Essa rejeição ocorre quando informando o indicativo de presença igual a 0 ou 5 e informado o indicativo do Intermediário.

436Rejeição: Informado 99-Outros como meio de pagamento
  • Essa rejeição ocorre quando informa na tag tPag um código do meio de pagamento que não existe na Tabela de códigos de meios de pagamentos publicada no Portal Nacional da Nota Fiscal Eletrônica estabelecida como regra a partir de 01/09/2021 para ambiente de produção.
    • Foram adicionadas novas formas de pagamento e mudado a regra de quando será permitido o uso da tpag 99.
    • Caso aconteça essa rejeição e o sistema esteja numa versão antiga, é só atualizar que o erro será solucionado.

438Rejeição: Obrigatória as informações do intermediador da transação para operação por site de terceiros
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NF-e informando o indicador do intermediador igual a 1 (Operação em site ou plataforma de terceiros) e não informado os dados do intermediador (Grupo: infIntermed).

439Rejeição: Informações do intermediador da transação para operação por site de terceiros preenchido indevidamente
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NF-e informando o indicador do intermediador igual a 0 - Operação sem intermediador (em site ou plataforma própria) - e informado os dados do intermediador (Grupo: infIntermed).

440Rejeição: CNPJ do intermediador da transação inválido
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NF-e informando os dados do intermediador e no campo do CNPJ do Intermediador foi preenchido com números inválidos ou sequência de zeros.

441Rejeição: Rejeição: Descrição do pagamento obrigatória para meio de pagamento 99 – outros
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NF-e ou NFC-e e no Tipo de Pagamento é informado o tipo de pagamento igual a 99 (outros) e não é preenchido a descrição do meio de pagamento.
    • Verifique se a operação está configurada para permitir emitir nota sem receber e se o movimento foi efetivado. A regra da Sefaz informa que não será autorizada notas de vendas com a tag tPag 99.

442Rejeição: Descrição do pagamento não permitida
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NF-e ou NFC-e e no Tipo de Pagamento é informado o tipo de pagamento diferente de 99 (outros) e preenchido a descrição do meio de pagamento.
    • o Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

443Rejeição: Código da bandeira de cartão de crédito e/ou débito inexistente
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NF-e ou NFC-e em que o Tipo de Pagamento foi informado cartão crédito ou débito (03 e 04 respectivamente) e preenchido a bandeira da operadora do cartão com um valor que não consta na tabela de códigos das operadoras disponibilizada pela Sefaz.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

446Rejeição: Informado CEST Inexistente
  • A rejeição ocorre quando é informado o campo CEST um código inexistente.
    • Verifique no cadastro do produto qual numeração de CEST está sendo usada. Pode ocorrer de ter sido cadastrado o CEST diferente do que vem no banco padrão do sistema e vinculado a um ou mais NCM.
      • Faça pela tela do Super Busca > aba Imposto uma busca de quais são os produtos utilizando esse CEST e remova do cadastro deles.
      • Pode ser usado também a tela de Edição em Lote onde irá informar esse CEST inválido e deixar em branco.
      • Após essa alteração é orientado ir em Produtos > Estoque > Imposto > CEST, localizar esse CEST errado e apaga-lo do sistema.
    • Volte no movimento e tente emitir a nota novamente.

450Rejeição: Modelo da NF-e diferente de 55
  • Essa rejeição ocorre quando emite uma NF-e ontem na tag infNFe vai iniciar com a descrição ‘NFe’ porém dentro do XML o código do modelo está diferente de 55.
    • Verifique no cadastro da filial se na aba DF-e > NF-e está informando o modelo 55.
    • Confira também os WebServices, caso esteja sem a informação consulte o site da Sefaz do estado para pegar os dados ou consulte o Endereços WebServices.

451Rejeição: Processo de emissão informado inválido
  • Essa rejeição ocorre quando ao emitir uma NF-e o campo de processo de emissão (procEmi) está diferente de 0.
    • A SEFAZ libera os seguintes códigos para esse campo:
• 0=Emissão de NF-e com aplicativo do contribuinte; 
• 1=Emissão de NF-e avulsa pelo Fisco; 
• 2=Emissão de NF-e avulsa, pelo contribuinte com seu certificado digital, através do site do Fisco; 
• 3=Emissão NF-e pelo contribuinte com aplicativo fornecido pelo Fisco.
  • Para emissão de nota por softwares de terceiros (sistema) deve ser informado o código 0.
  • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

452Rejeição: Tipo Autorizador do Recibo diverge do Órgão Autorizador
  • Essa rejeição se dá quando o modo de envio da nota está em desacordo com o recomendado pela Sefaz do estado.
    • Verifique no cadastro da filial qual modo de envio está selecionado e confira se está de acordo com as Particularidades do Estado.

453Rejeição: Ano de inutilização não pode ser superior ao Ano atual
  • Essa rejeição ocorre quando tenta inutilizar uma nota com e o ano da mesma é maior do que o atual.
    • Verifiquei a data/hora do computador.

454Rejeição: Ano de inutilização não pode ser inferior a 2006
  • Essa rejeição ocorre quando tenta inutilizar uma nota com e o ano da mesma é menor que 2006.
    • Verifiquei a data/hora do computador.

455Rejeição: Órgão Autor do evento diferente da UF da Chave de Acesso
  • Essa rejeição ocorre quando está usando um WebService diferente da UF informada na chave de acesso.
    • Verifique os WebServices, caso esteja sem a informação consulte o site da Sefaz do estado para pegar os dados ou consulte o Endereços WebServices.

461Rejeição: Informado percentual de Gás Natural na mistura para produto diferente de GLP
  • Esse erro acontece, quando você tenta emitir uma NF-e informando os campos Gás Natural Nacional; Gás Natural Importado, porém o produto não é do tipo ANP: "210203001"
    • Verifique no cadastro do produto, aba Imposto, se está configurado com tipo Combustível e informado todos os campos obrigatórios.
    • Para essa Regra de Validação não há exceções. Sempre que informado os campos pGLP ou pGNn ou pGNi, é obrigatório informar o campo cProdANP = 210203001.

Não deixe de consultar a contabilidade antes de remover ou alterar quaisquer informações.

462Rejeição: Código Identificador do CSC no QR-Code não cadastrado na SEFAZ
  • Essa rejeição ocorre quando o Código de Segurança do Contribuinte (CSC) está configurado de maneira incorreta ou a SEFAZ não ainda liberou a emissão de NFC-e para este CNPJ.
    • Verifique com a contabilidade se já está liberado a emissão de NFC-e para o CNPJ do cliente.
    • Confira se o CSC informado no cadastro da filial, aba DF-e > NFC-e, está correto e sem espaços no início e fim.

463Rejeição: Código Identificador do CSC no QR-Code foi revogado pela empresa
  • Essa rejeição ocorre quando o Código de Segurança do Contribuinte (CSC) foi revogado pela Sefaz.
    • Verifique com a contabilidade a situação do CSC do emitente.
    • Confira se o CSC informado no cadastro da filial, aba DF-e > NFC-e, está correto e sem espaços no início e fim.

464Rejeição: Código de Hash no QR-Code difere do calculado
  • Essa rejeição ocorre quando o Código de Segurança do Contribuinte (CSC) e ID referente a esse mesmo Token não estão corretos.
    • Confira se o CSC informado no cadastro da filial e o código sequencial, aba DF-e > NFC-e, está correto e sem espaços no início e fim de acordo com o que consta no site da Sefaz.

465Rejeição: Número de Controle da FCI inexistente
  • Essa rejeição ocorre ao emitir uma NF-e e o Número de Controle da FCI é inexistente.
ESTA REGRA POSSUI PREVISÃO DE IMPLEMENTAÇÃO FUTURA, NÃO TENDO SIDO POSTA EM PRODUÇÃO ATÉ A PUBLICAÇÃO DESTE MANUAL.

466Rejeição: Evento com Tipo de Autor incompatível
  • Essa rejeição ocorre quando for emitido Evento com o Tipo de Autor incompatível.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

467Rejeição: Dados da NF-e divergentes do EPEC
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NF-e em contingência EPEC e ela for recebida pela SEFAZ Estadual com dados divergentes do evento registrado na SEFAZ Nacional.
    • Realize a verificação dos dados que podem estar divergentes entre a NF-e e o EPEC recebido, que podem incluir:
• IE do Emitente
• Data de Emissão
• Tipo de Nota Fiscal (entrada / saída)
• UF do destinatário, identificação do destinatário (CNPJ/CPF/ID Estrangeiro)
• IE do Destinatário e dados de valor (Total, ICMS e ICMS-ST)
  • Confira se o movimento está efetivado, caso não esteja pode ser que tenha havido alteração no movimento após o envio da NF-e em contingência.

468Rejeição: NF-e com Tipo Emissão = 4, sem EPEC correspondente
  • Essa rejeição ocorre quando é enviado o tipo de emissão = 4-EPEC, ou seja, Evento Prévio de Emissão em Contingência, porém o ambiente de contingência já foi desativado.
    • Confira se a Sefaz retornou ao ambiente nacional e, caso tenha, desative o Modo contingência na tela de Saídas > NF-e > Desativar contingência.

471Rejeição: Informado NCM=00 indevidamente
  • Essa rejeição ocorre quando ao fazer a emissão de uma NF-e ou NFC-e é informado o NCM 00.
    • Essa numeração só é autorizada pela Sefaz quando é uma NF-e de ajuste.
    • Caso não seja uma NF-e de ajuste entre no cadastro do produto e confirme com a contabilidade qual NCM deve ser usado para o produto.

472Rejeição: CPF consultado difere do CPF do Certificado Digital
  • Essa rejeição ocorre ao emitir uma NF-e e o CPF informado no cadastro da filial é difere do CPF do Certificado Digital.
    • Confira o CPF no cadastro da filial se é o mesmo do certificado digital. Caso não seja confirme qual está correto.
    • Caso seja o certificado errado configurado no cadastro da filial (DF-e > Certificado) faça a alteração, reinicie o sistema e tente emitir a nota novamente.

Obs: Se o CPF estiver errado cuidado para não alterar sem solicitar o ajuste antes com o setor financeiro no nosso BackOffice. Consulte o post sobre Troca de Serial e CNPJ, como fazer?


473Rejeição: Certificado Transmissor sem CNPJ ou CPF
  • Certificado digital sem CNPJ ou CPF.

474Rejeição: FCP não deve ser destacado na NF-e conforme legislação estadual
  • Essa rejeição ocorre quando na tentativa de emissão da NF-e com CST = 00, é informado um valor para o campo de FCP (Fundo de Combate à Pobreza). Para corrigir esse erro é necessário retirar essa informação do movimento. Nesse caso tem duas formas dessa informação ter ido para o movimento, já que na classe de imposto esse campo não é habilitado.

  • 1° caso: Se tiver usando a edição de imposto essa informação do FCP quando usado o CST 00 não deve ser colocada. Quaisquer dúvidas como proceder deve ser solicitado orientação da contabilidade.

  • 2° caso: Fazendo a nota através da importação do XML de uma outra nota. Nesse caso deve ser retirado essa informação ou não informada quando o produto tiver com o CST 00.

  • Em ambos os casos, caso o movimento esteja efetivado, deve ser refeito o movimento.

  • Outra forma de ajustar esse erro é via banco de dados, onde será retirado essa informação conforme foi informado pela contabilidade.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


475Rejeição: Operação não permitida para não contribuinte
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NF-e, sendo não contribuinte, e o valor do ICMS for diferente de zero.

    • Essa rejeição ocorre quando usado o CFOP 5949, 6949, 7949 conforme a regra da Sefaz que é opcional da UF.
      • Confirme com a contabilidade se o CFOP informado para essa operação está correto.
      • Confirme com a contabilidade se o valor do ICMS deve ser informado.
    • Em ambos os casos, caso o movimento esteja efetivado, após o ajuste na classe de imposto deve ser refeito o movimento.
  • Outra forma de ajustar esse erro é via banco de dados, onde será retirado essa informação ou alterado o CFOP conforme foi informado pela contabilidade.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


476Rejeição: Código da UF diverge da UF da primeira NF-e do Lote
  • Essa rejeição ocorre quando a UF informada no cadastro da filial está diferente a UF do WebService.
    • Verifique os WebServices, caso esteja sem a informação consulte o site da Sefaz do estado para pegar os dados ou consulte o Endereços WebServices.

477Rejeição: Código do órgão diverge do órgão do primeiro evento do Lote
  • Essa rejeição ocorre quando o código da UF do cadastro da filial está diferente do código real da UF.
    • Confira no cadastro da filial qual cidade está informada.
      • Vá em CRM > Clientes e fornecedores > Cadastro cidades e verifique se o código da UF informada está correto. Caso esteja errado pode corrigir manualmente ou ir em ‘Importar os dados’.

478Rejeição: Local da entrega não informado para faturamento direto de veículos novos
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma NF-e de veículos novos, e o Local de Entrega não é informado.
    • Verifique se tem dados do endereço de entrega na tela do frete.

479Rejeição: Data de Emissão anterior a data de credenciamento ou anterior a Data de Abertura do estabelecimento
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma NF-e, e a data de emissão dela está anterior a data de credenciamento/abertura da empresa.
    • Verifique a data/hora do computador.

480Rejeição: Código Município do Emitente diverge do cadastrado na UF
  • Essa rejeição ocorre quando o código da cidade do cadastro da filial está divergente do padrão do código em relação a UF.
    • Confira no cadastro da filial qual cidade está informada.
      • Vá em CRM > Clientes e fornecedores > Cadastro cidades e verifique se o código da cidade informada está correto e a UF correta seguindo o padrão correto (os dois primeiros dígitos do código da cidade devem ser iguais aos dois dígitos da UF). Caso esteja errado pode corrigir manualmente ou ir em ‘Importar os dados’.

481Rejeição: Código Regime Tributário do emitente diverge do cadastro na SEFAZ
  • Essa rejeição ocorre quando o regime informado no cadastro da filial não é o que consta no registro do CNPJ na Sefaz.
    • Entre em contato com a contabilidade para confirmar qual é o regime correto. Pode também consultar o cadastro do CNPJ no site da Sefaz ou no Sintegra para saber o regime correto.
    • Caso esteja errado, corrija o regime do cliente na filial, reinicie o sistema e configure a classe de imposto com os dados passados pela contabilidade para todas as operações (A VR System não passa essas informações, é de responsabilidade da contabilidade passar informações fiscais. Apenas fazemos as configurações dessas informações dentro do sistema.)
    • Caso esteja certo, confira se as configurações da classe de imposto estão configuradas para o regime do cliente.

482Rejeição: Código do Município do Destinatário diverge do cadastrado na UF
  • Essa rejeição ocorre quando o código da cidade do cadastro do destinatário está divergente do padrão do código em relação a UF.
    • Confira no cadastro do destinatário qual cidade está informada.
      • Vá em CRM > Clientes e fornecedores > Cadastro cidades e verifique se o código da cidade informada está correto e a UF correta seguindo o padrão correto (os dois primeiros dígitos do código da cidade devem ser iguais aos dois dígitos da UF). Caso esteja errado pode corrigir manualmente ou ir em ‘Importar os dados’.

483Rejeição: Valor do desconto maior que valor do produto {nItem:nnn}
  • Essa rejeição ocorre quando o valor informado de desconto é maior que o valor informado no produto.
    • Essa rejeição não irá ocorrer com movimentos feitos no sistema pois é travado para não permitir dar desconto maior que 99,99% e/ou com valor menor que R$0,01.

484Rejeição: Chave de Acesso com tipo de emissão diferente de 4 (posição 35 da Chave de Acesso)
  • Essa rejeição informa que o tipo de emissão da nota está diferente de 4 que é o esperado na emissão em contingência EPEC.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

485Rejeição: Duplicidade de numeração do EPEC (Modelo, CNPJ, Série e Número)
  • Essa rejeição ocorre quando tenta emitir a mesma numeração da mesma série já autorizada em EPEC.

486Rejeição: Não informado o Grupo de Autorização para UF que exige a identificação
  • Essa rejeição ocorre quando ao emitir uma NF-e não foi informado o grupo autXML para identificar o escritório de contabilidade na nota fiscal.
    • Configure no cadastro da filial, na aba Contador os dados da contabilidade do cliente (todos os dados devem ser preenchidos).
    • Caso o cliente não tem contabilidade deve ser informado o CNPJ da Sefaz do estado.
    • Essa validação é opcional do estado, então caso esteja exigindo essa informação a mesma deve ser preenchida no campo próprio.

487Rejeição: Escritório de Contabilidade não cadastrado na SEFAZ
  • Essa rejeição ocorre quando informado o CNPJ ou CPF da contabilidade que não está cadastrada na Sefaz.
    • Entre em contato com a contabilidade para confirmar os dados e após informe corretamente no cadastro da filial.

488Rejeição: Vendas do Emitente incompatíveis com o Porte da Empresa
  • Essa rejeição ocorre quando você tenta emitir uma NF-e, e a soma das demais notas fiscais de saída que já emitiu no ano, ultrapassa o limite anual de faturamento, conforme o porte da empresa.
    • Verifique com a contabilidade como proceder nesse caso.

489Rejeição: CNPJ informado inválido (DV ou zeros)
  • Essa rejeição ocorre quando o dígito verificador do CNPJ do emite está incorreto.
    • Confira o CNPJ no cadastro da filial.

Obs: Se o CNPJ estiver errado cuidado para não alterar sem solicitar o ajuste antes com o setor financeiro no nosso BackOffice. Consulte o post sobre Troca de Serial e CNPJ, como fazer?


490Rejeição: CPF informado inválido (DV ou zeros)
  • Essa rejeição ocorre quando o dígito verificador do CPF do emite está incorreto.
    • Confira o CPF no cadastro da filial.

Obs: Se o CPF estiver errado cuidado para não alterar sem solicitar o ajuste antes com o setor financeiro no nosso BackOffice. Consulte o post sobre Troca de Serial e CNPJ, como fazer?


491Rejeição: O tpEvento informado inválido
  • Essa rejeição ocorre quando quando o tipo de evento está informado errado
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

492Rejeição: O verEvento informado inválido
  • Essa rejeição ocorre quando é usado o WebService de uma versão antiga da qual a Sefaz não usa mais.
    • Verifique os WebServices, caso esteja sem a informação consulte o site da Sefaz do estado para pegar os dados ou consulte o Endereços WebServices.

493Rejeição: Evento não atende o Schema XML específico
  • Essa rejeição ocorre quando tenta emitir uma NF-e, carta de correção ou fazer um cancelamento e tem algum problema com algum dos campos definidos pelo Schema do evento, esse campo pode estar em falta ou estar em um formato não esperado pela SEFAZ.
    • Por ser uma rejeição muito genérica, o erro pode estar em qualquer campo do evento.

494Rejeição: Chave de Acesso inexistente
  • Essa rejeição ocorre quando é emitido uma carta de correção ou tenta fazer o cancelamento usando uma chave de acesso que na Sefaz não consta como autorizada.
    • Verifique se a nota não está em contingência;
    • Consulte a chave de acesso na Sefaz para saber qual status está.
    • Caso apareça como autorizada no sistema e não conste na Sefaz, aguarde alguns minutos e tente novamente.
    • Se a Sefaz estiver com instabilidade ou indisponível é necessário aguardar que volte a disponibilidade normal.

495Rejeição: CPF do Emitente com Série incompatível
  • Essa rejeição ocorre quando é feita tentativa de emitir uma nota onde o emitente é CPF informando uma série que não pode ser usada nesse caso.
    • Confirme com a contabilidade qual a série deve ser usada e a última numeração para configurar corretamente no cadastro da filial.
    • Nesse caso deve ser desassociado essa nota do movimento e deletado essa informação do banco de dados.

Comandos devem ser passados por técnicos experientes. Não rode nenhum comando no banco de dados do cliente sem backup e sem supervisão caso não tenha conhecimento para o mesmo.


496Rejeição: Não informado o tipo de integração no pagamento com cartão de crédito / débito
  • Essa rejeição ocorre quando tenta emitir uma nota onde foi informado na tag tPag que o pagamento foi realizado no cartão de crédito (3) ou cartão de débito (4), porém não tem a tag tpIntegra que informa que é uma integração automática com a máquina do TEF ou não.
    • Clientes VR System não precisam se preocupar com essa rejeição pois a estruturação é gerada em um processo interno.

501Rejeição: Pedido de Cancelamento intempestivo
  • Neste caso a nota passou do prazo para cancelamento
    • NFC-e / CF-e = 30 minutos
    • NF-e = 24 h (varia em alguns estados, depende da SEFAZ)
    • Mdf-e

502Rejeição: Erro na Chave de Acesso – Campo Id não corresponde à concatenação dos campos correspondentes

503Rejeição: Série utilizada fora da faixa permitida no SCAN (900-999)

504Rejeição: Data de Entrada/Saída posterior ao permitido

505Rejeição: Data de Entrada/Saída anterior ao permitido

506Rejeição: Data de Saída menor que a Data de Emissão

507Rejeição: O CNPJ do destinatário/remetente não deve ser informado em operação com o exterior

508Rejeição: CST incompatível na operação com Não Contribuinte {nItem:999}
  • Quando for emitida uma NF-e com Indicador de IE do Destinatário como Não contribuinte do ICMS (tag: indIEDest = 9) e CST do ICMS diferente da relação abaixo haverá rejeição pelo motivo 508 - CST incompatível na operação com Não Contribuinte:

    • 00 - Tributada integralmente
    • 20 - Com redução da Base de Cálculo
    • 40 - Isenta
    • 41 - Não tributada
    • 60 - ICMS cobrado anteriormente por Substituição Tributária

  • Para corrigir esse erro, deve-se alterar o CST na classe de imposto. Também é possível fazer essa alteração através do UtilitárioDB, utilizando o seguinte comando, realizando as devidas alterações:

    • Update Movimento_Produto set CST = '00' where Movimento__Ide in ( select ide from movimento where sequencia = '') Regime Normal

509Rejeição: Informado código de município diferente de “9999999” para operação com o exterior

510Rejeição: Operação com Exterior e Código País destinatário é 1058 (Brasil) ou não informado

511Rejeição: Não é de Operação com Exterior e Código País destinatário difere de 1058 (Brasil)

512Rejeição: CNPJ do Local de Retirada inválido

513Rejeição: Código Município do Local de Retirada deve ser 9999999 para UF retirada = EX

514Rejeição: CNPJ do Local de Entrega inválido

515Rejeição: Código Município do Local de Entrega deve ser 9999999 para UF entrega = EX

516Rejeição: Falha no schema XML – inexiste a tag raiz esperada para a mensagem

517Rejeição: Falha no schema XML – inexiste atributo versao na tag raiz da mensagem

518Rejeição: CFOP de entrada para NF-e de saída
  • Quando for emitida uma NF-e com CFOP de Entrada (iniciado por 1, 2 ou 3) e o Tipo de Operação da NF-e for igual a "1 - Saída", a NF-e será rejeitada pelo motivo "518 - CFOP de entrada para NF-e de saída".

  • CFOP de saída inicia com 5,6 ou 7 .

  • Para corrigir esse erro, deve-se fazer a alteração do CFOP na classe de imposto. Também é possível realizar essa alteração através do UtilitarioDB, utilizando o seguinte comando, fazendo as devidas alterações:

    • Update Movimento_Produto set CFOP = '' where Movimento__Ide in ( select ide from movimento where sequencia = '')

519Rejeição: CFOP de saída para NF-e de entrada
  • Quando for emitida uma NF-e com CFOP de Entrada (iniciado por 5, 6 ou 7) e o Tipo de Operação da NF-e for igual a "0 - Entrada", a NF-e será rejeitada pelo motivo "519 - CFOP de saída para NF-e de entrada".

  • CFOP de entrada inicia com 1,2 ou 3.

  • Para corrigir esse erro, deve-se fazer a alteração do CFOP na classe de imposto. Também é possível realizar essa alteração através do UtilitarioDB, utilizando o seguinte comando, fazendo as devidas alterações:

    • Update Movimento_Produto set CFOP = '' where Movimento__Ide in ( select ide from movimento where sequencia = '')

520Rejeição: CFOP de Operação com Exterior e UF destinatário difere de EX

521Rejeição: CFOP de Operação Estadual e UF do emitente difere da UF do destinatário para destinatário contribuinte do ICMS.

522Rejeição: CFOP de Operação Estadual e UF emitente difere da UF remetente para remetente contribuinte do ICMS.

523Rejeição: CFOP não é de Operação Estadual e UF emitente igual a UF destinatário.
  • Esse rejeição ocorre quando tenta-se emitir uma NF-e de Operação Estadual, porém o CFOP é de Operação Interestadual (2, 3, 6 ou 7).

  • Para corrigir esse erro, deve-se fazer a alteração do CFOP na classe de imposto. Também é possível realizar essa alteração através do UtilitarioDB, utilizando o seguinte comando, fazendo as devidas alterações:

    • Update Movimento_Produto set CFOP = '' where Movimento__Ide in ( select ide from movimento where sequencia = '')

524Rejeição: CFOP de Operação com Exterior e não informado NCM

525Rejeição: CFOP de Importação e não informado dados da DI

526Rejeição: Consulta a uma Chave de Acesso muito antiga

527Rejeição: Operação de Exportação com informação de ICMS incompatível

528Rejeição: Valor do ICMS difere do produto BC e Alíquota

529Rejeição: CST incompatível na operação com Contribuinte Isento de Inscrição Estadual {nItem:999}

530Rejeição: Operação com tributação de ISSQN sem informar a Inscrição Municipal

531Rejeição: Total da BC ICMS difere do somatório dos itens

532Rejeição: Total do ICMS difere do somatório dos itens

533Rejeição: Total da BC ICMS-ST difere do somatório dos itens

534Rejeição: Total do ICMS-ST difere do somatório dos itens

535Rejeição: Total do Frete difere do somatório dos itens

Essa rejeição ocorre quando o sistema identificou uma divergência nos valores entre o valor do frete informado na NF-e, e o valor de frete por produto incluso nos itens da nota. Para corrigir, deve-se utilizar os seguintes comandos, um de cada vez e nessa ordem, no UtilitárioBD:

1° comando:

update movimento set frete_tipo = 1 where ide = ''

2° comando:

update Movimento_Produto set Valor_Outro = Valor_Frete where Movimento__Ide = ''

3° comando:

update Movimento_Produto set Valor_Frete = 0.00 where Movimento__Ide = ''


536Rejeição: Total do Seguro difere do somatório dos itens

537Rejeição: Total do Desconto difere do somatório dos itens

538Rejeição: Total do IPI difere do somatório dos itens

539Rejeição: Duplicidade de NF-e com diferença na Chave de Acesso

540Rejeição: CPF do Local de Retirada inválido

541Rejeição: CPF do Local de Entrega inválido

542Rejeição: CNPJ do Transportador inválido

543Rejeição: CPF do Transportador inválido

544Rejeição: IE do Transportador inválida

545Rejeição: Falha no schema XML – versão informada na versaoDados do SOAPHeader diverge da versão da mensagem

546Rejeição: Erro na Chave de Acesso – Campo Id – falta a literal NFe

547Rejeição: Dígito Verificador da Chave de Acesso da NF-e Referenciada inválido

548Rejeição: CNPJ da NF referenciada inválido.

549Rejeição: CNPJ da NF referenciada de produtor inválido.

550Rejeição: CPF da NF referenciada de produtor inválido.

551Rejeição: IE da NF referenciada de produtor inválido.

552Rejeição: Dígito Verificador da Chave de Acesso do CT-e Referenciado inválido

553Rejeição: Tipo autorizador do recibo diverge do Órgão Autorizador.

554Rejeição: Série difere da faixa 0-899

555Rejeição: Tipo autorizador do protocolo diverge do Órgão Autorizador.

556Rejeição: Justificativa de entrada em contingência não deve ser informada para tipo de emissão normal.

557Rejeição: A Justificativa de entrada em contingência deve ser informada.

558Rejeição: Data de entrada em contingência posterior a data de recebimento.

559Rejeição: UF do Transportador não informada

560Rejeição: CNPJ base do emitente difere do CNPJ base da primeira NF-e do lote recebido

561Rejeição: Mês de Emissão informado na Chave de Acesso difere do Mês de Emissão da NF-e

562Rejeição: Código Numérico informado na Chave de Acesso difere do Código Numérico da NF-e
  • Geralmente no corpo desta mensagem é apontado a Duplicidade, então a partir daí podemos buscar por ela na receita e corrigir
5> Nota Fiscal identificada como duplicada.
6> Tentando atualizar nota duplicada.
Erro ao enviar: 562 - Rejei????o: C??digo num??rico informado na Chave de Acesso difere do C??digo N??merico da NF-e

563Rejeição: Já existe pedido de Inutilização com a mesma faixa de inutilização

564Rejeição: Total do Produto / Serviço difere do somatório dos itens

565Rejeição: Falha no schema XML – inexiste a tag raiz esperada para o lote de NF-e

567Rejeição: Falha no schema XML – versão informada na versaoDados do SOAPHeader diverge da versão do lote de NF-e

568Rejeição: Falha no schema XML – inexiste atributo versao na tag raiz do lote de NF-e

569Rejeição: Data de entrada em contingência muito atrasada

570Rejeição: Tipo de Emissão 3, 6 ou 7 só é válido nas contingências SCAN/SVC

571Rejeição: O tpEmis informado diferente de 3 para contingência SCAN

572Rejeição: Erro Atributo ID do evento não corresponde a concatenação dos campos (“ID” + tpEvento + chNFe + nSeqEvento)

573Rejeição: Duplicidade de Evento

574Rejeição: O autor do evento diverge do emissor da NF-e

575Rejeição: O autor do evento diverge do destinatário da NF-e

576Rejeição: O autor do evento não é um órgão autorizado a gerar o evento

577Rejeição: A data do evento não pode ser menor que a data de emissão da NF-e

578Rejeição: A data do evento não pode ser maior que a data do processamento

579Rejeição: A data do evento não pode ser menor que a data de autorização para NF-e não emitida em contingência

580Rejeição: O evento exige uma NF-e autorizada

587Rejeição: Usar somente o namespace padrão da NF-e

588Rejeição: Não é permitida a presença de caracteres de edição no início/fim da mensagem ou entre as tags da mensagem

589Rejeição: Número do NSU informado superior ao maior NSU da base de dados da SEFAZ

590Rejeição: Informado CST para emissor do Simples Nacional (CRT=1)

591Rejeição: Informado CSOSN para emissor que não é do Simples Nacional (CRT diferente de 1)

592Rejeição: A NF-e deve ter pelo menos um item de produto sujeito ao ICMS

593Rejeição: CNPJ-Base consultado difere do CNPJ-Base do Certificado Digital

594Rejeição: O número de sequencia do evento informado é maior que o permitido

595Rejeição: Obrigatória a informação da justificativa do evento.

596Rejeição: Evento apresentado fora do prazo: {prazo vigente}

597Rejeição: CFOP de Importação e não informado dados de IPI

598Rejeição: NF-e emitida em ambiente de homologação com Razão Social do destinatário diferente de NF-E EMITIDA EM AMBIENTE DE HOMOLOGACAO – SEM VALOR FISCAL

599Rejeição: CFOP de Importação e não informado dados de II

600Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte {nItem:999}
  • Essa rejeição ocorre quando é emitida uma NF-e para um cliente Não Contribuinte do ICMS com o CSOSN (Situação Tributária do ICMS na Operação do Simples Nacional) diferente dos abaixo:

    • 102 - Tributada pelo Simples Nacional sem permissão de crédito;

    • 103 - Isenção do ICMS no Simples Nacional para faixa de receita bruta;

    • 300 - Imune;

    • 400 - Não tributada pelo Simples Nacional;

    • 500 - ICMS cobrado anteriormente por substituição tributária (substituído) ou por antecipação.

  • Para corrigir, deve-se alterar o CSOSN. Essa alteração pode ser realizada pelo DBFORGE ou DBX utilizando o comando abaixo para trazer o campo a ser modificado:

    • select CSOSN, * from movimento_produto where movimento_ide = ''
  • Outra forma de corrigir este erro é alterando o CSOSN na classe de imposto da operação dentro do Etrade, inutilizar a NF-e, desefetivar e refazê-la.

601Rejeição: Total do II difere do somatório dos itens

602Rejeição: Total do PIS difere do somatório dos itens sujeitos ao ICMS

603Rejeição: Total do COFINS difere do somatório dos itens sujeitos ao ICMS

604Rejeição: Total do vOutro difere do somatório dos itens

605Rejeição: Total do vISS difere do somatório do vProd dos itens sujeitos ao ISSQN

606Rejeição: Total do vBC do ISS difere do somatório dos itens

607Rejeição: Total do ISS difere do somatório dos itens

608Rejeição: Total do PIS difere do somatório dos itens sujeitos ao ISSQN

609Rejeição: Total do COFINS difere do somatório dos itens sujeitos ao ISSQN - [Possivel Solução](https://vrsystem.info/publico/post/post-para-substituir/dd728470-770b-4ff9-8012-e4cb14bb87ba)

610Rejeição: Total da NF difere do somatório dos Valores compõe o valor Total da NF.
  • Quando for emitida uma NF-e (modelo 55) ou NFC-e (modelo 65) e no Total da Nota Fiscal o valor informado for diferente do somatório dos campos que fazem parte do Total da NF-e, será retornada a rejeição 610.

  • Para corrigir, deve-se executar o comando abaixo no DBFORGE ou DBX e fazer a alteração para que os valores coincidam com o total da nota fiscal.

    • SELECT Qtde,Valor_Unit,Valor_Total,Desc_Valor,Valor_Outro,Valor_Final,* FROM Movimento_Produto WHERE Movimento__Ide = ''

611Rejeição: cEAN inválido
  • Deve ser trocado o EAN por um código valido ou retirado do campo ean e informado em outro campo de codigo (fab 1 ou 2)

612Rejeição: cEANTrib inválido
  • Deve ser trocado o EAN por um código valido ou retirado do campo ean e informado em outro campo de codigo (fab 1 ou 2)

613Rejeição: Chave de Acesso difere da existente em BD
  • Geralmente no corpo desta mensagem é apontado a Duplicidade, então a partir daí podemos buscar por ela na receita e corrigir
5> Nota Fiscal identificada como duplicada.
6> Tentando atualizar nota duplicada.
Erro ao enviar: 613 - Rejeicao: Codigo Numerico informado na Chave de Acesso difere do Codigo Numerico da NF-e

614Rejeição: Chave de Acesso inválida (Código UF inválido)

615Rejeição: Chave de Acesso inválida (Ano menor que 06 ou Ano maior que Ano corrente)

616Rejeição: Chave de Acesso inválida (Mês menor que 1 ou Mês maior que 12)

617Rejeição: Chave de Acesso inválida (CNPJ zerado ou dígito inválido)

618Rejeição: Chave de Acesso inválida (modelo diferente de 55 e 65)

619Rejeição: Chave de Acesso inválida (número NF = 0)

620Rejeição: Chave de Acesso difere da existente em BD

621Rejeição: CPF Emitente não cadastrado

622Rejeição: IE emitente não vinculada ao CPF

623Rejeição: CPF Destinatário não cadastrado

624Rejeição: IE Destinatário não vinculada ao CPF

625Rejeição: Inscrição SUFRAMA deve ser informada na venda com isenção para ZFM

626Rejeição: CFOP de operação isenta para ZFM diferente do previsto

627Rejeição: O valor do ICMS desonerado deve ser informado
  • Verificar se há motivo de desoneração informado, sem ter o valor calculado.
Sempre verifique tambem o regime do cliente, pois simples nacional não tem desoneração de icms.

628Rejeição: Total da NF superior ao valor limite estabelecido pela SEFAZ {Limite}

629Rejeição: Valor do Produto difere do produto Valor Unitário de Comercialização e Quantidade Comercial
  • Ocorre com produtos fracionados, geralmente solicitamos que altera a quantidade de casas no cadastro de produto e refaça a nota. caso não seja possivel, devemos verificar e tentar alterar via banco.

  • Possivel Solução


630Rejeição: Valor do Produto difere do produto Valor Unitário de Tributação e Quantidade Tributável

631Rejeição: CNPJ-Base do Destinatário difere do CNPJ-Base do Certificado Digital

632Rejeição: Solicitação fora de prazo, a NF-e não está mais disponível para download

633Rejeição: NF-e indisponível para download devido a ausência de Manifestação do Destinatário

634Rejeição: Destinatário da NF-e não tem o mesmo CNPJ raiz do solicitante do download

635Rejeição: NF-e com mesmo número e série já transmitida e aguardando processamento

636Rejeição: O tipo do evento de cancelamento não corresponde ao tipo do evento a ser cancelado

641Rejeição: A data do evento não pode ser menor que a data de autorização para o evento

650Rejeição: Evento de “Ciência da Emissão” para NF-e Cancelada ou Denegada

NÃO APAGUE NOTA DENEGADA DO SISTEMA, EXISTE STATUS PARA A MESMA E SE CONTABILIDADE E/OU SEFAZ EXIGEREM O ARQUIVO VOCÊ NÃO TERÁ COMO CONSULTAR, POR PADRÃO DADOS FISCAIS DEVEM SER AMARZENADOS POR 5 ANOS...


651Rejeição: Evento de “Desconhecimento da Operação” para NF-e Cancelada ou Denegada

NÃO APAGUE NOTA DENEGADA DO SISTEMA, EXISTE STATUS PARA A MESMA E SE CONTABILIDADE E/OU SEFAZ EXIGEREM O ARQUIVO VOCÊ NÃO TERÁ COMO CONSULTAR, POR PADRÃO DADOS FISCAIS DEVEM SER AMARZENADOS POR 5 ANOS...


653Rejeição: NF-e Cancelada, arquivo indisponível para download

654Rejeição: NF-e Denegada, arquivo indisponível para download

NÃO APAGUE NOTA DENEGADA DO SISTEMA, EXISTE STATUS PARA A MESMA E SE CONTABILIDADE E/OU SEFAZ EXIGEREM O ARQUIVO VOCÊ NÃO TERÁ COMO CONSULTAR, POR PADRÃO DADOS FISCAIS DEVEM SER AMARZENADOS POR 5 ANOS...


655Rejeição: Evento de Ciência da Emissão informado após a manifestação final do destinatário

656Rejeição: Consumo Indevido

657Rejeição: Código do Órgão diverge do órgão autorizador

658Rejeição: UF do destinatário da Chave de Acesso diverge da UF autorizadora

659Rejeição: Ano-Mês da Data de Emissão diverge do Ano-Mês da Chave de Acesso

660Rejeição: CFOP de Combustível e não informado grupo de combustível {nItem:nnn}

661Rejeição: NF-e já existente para o número do EPEC informado

662Rejeição: Numeração do EPEC está inutilizada na Base de Dados da SEFAZ

663Rejeição: Alíquota do ICMS com valor superior a 4 por cento na operação de saída interestadual com produtos importados {nItem:999}

678Rejeição: NF referenciada com UF diferente da NF-e complementar

679Rejeição: Modelo de DF-e referenciado inválido

680Rejeição: Duplicidade de NF-e referenciada (Chave de Acesso referenciada mais de uma vez)

681Rejeição: Duplicidade de NF Modelo 1 referenciada (CNPJ, Modelo, Série e Número)

682Rejeição: Duplicidade de NF de Produtor referenciada (IE, Modelo, Série e Número)

683Rejeição: Modelo do CT-e referenciado diferente de 57

684Rejeição: Duplicidade de Cupom Fiscal referenciado (Modelo, Número de Ordem e COO)

685Rejeição: Total do Valor Aproximado dos Tributos difere do somatório dos itens

686Rejeição: NF Complementar referencia uma NF-e cancelada

687Rejeição: NF Complementar referencia uma NF-e denegada

688Rejeição: NF referenciada de Produtor com IE inexistente {nRef: xxx}

689Rejeição: NF referenciada de Produtor com IE não vinculada ao CNPJ/CPF informado {nRef: xxx}

690Rejeição: Pedido de Cancelamento para NF-e com CT-e

691Rejeição: Chave de Acesso da NF-e diverge da Chave de Acesso do EPEC

693Rejeição: Alíquota de ICMS superior a definida para a operação interestadual {nItem:999}

694Rejeição: Não informado o grupo de ICMS para a UF de destino {nItem:999}

695Rejeição: Informado indevidamente o grupo de ICMS para a UF de destino {nItem:999}

696Rejeição: Informado indevidamente o grupo de ICMS para a UF de destino {nItem:999}
  • Solução: Refaça o movimento informando primeiro o destinatário e depois os itens.

697Rejeição: Alíquota interestadual do ICMS com origem diferente do previsto {nItem:999}
  • deve ser verificada a origem da mercadoria e o picmsinter na tabela movimento_produto, eles deve esta compativeis com essa informação abaixo :
Orig  pICMSInter
07.00% ou 12.00%
14.00%
24.00%
34.00%
47.00% ou 12.00%
57.00% ou 12.00%
67.00% ou 12.00%
77.00% ou 12.00%
84.00%


698Rejeição: Alíquota interestadual do ICMS incompatível com as UF envolvidas na operação {nItem:999}

699Rejeição: Percentual do ICMS Interestadual para a UF de destino difere do previsto para o ano da Data de Emissão {nItem:999}
  • erro voltado ao ICMS DE PARTILHA, nos produtos. este campo deve ser alterado para 100 se a nota for de 2019 em diante, no sistema deve-se alterar a coluna pICMSInterPart da tabela Movimento_Produto

700Rejeição: Mensagem de Lote versão 3.xx. Enviar para o Web Service nfeAutorizacao

701Rejeição: Não informado Nota Fiscal referenciada (CFOP de Exportação Indireta)

702Rejeição: NFC-e não é aceita pela UF do Emitente

703Rejeição: Data-Hora de Emissão posterior ao horário de recebimento

704Rejeição: NFC-e com Data-Hora de emissão atrasada
  • Verifique se a data e hora do micro estão certas

  • Caso esteja, desabilite o horário de verão e ajuste a hora manualmente

  • Reinicie todo o sistema

  • Possivel Solução


705Rejeição: NFC-e com data de entrada/saída

706Rejeição: NFC-e para operação de entrada

707Rejeição: NFC-e para operação interestadual ou com o exterior

708Rejeição: NFC-e não pode referenciar documento fiscal

709Rejeição: NFC-e com formato de DANFE inválido

710Rejeição: NF-e com formato de DANFE inválido

711Rejeição: NF-e com contingência off-line

712Rejeição: NFC-e com contingência off-line para a UF
  • Quando for emitida uma NFC-e em contingência "9 - off-line" e a UF autorizadora não aceitar esse tipo de contingência, será retornado a rejeição "712 - NFC-e com contingência off-line para a UF".

  • A Sefaz de São Paulo é um exemplo. A UF não aceita a contingência off-line.

  • Para solucionar esse erro, deve-se executar o seguinte comando no UtilitárioDB, fazendo as devidas alterações:

    • update movimento_nfe set Tipo_Emissao = 1 where Tipo_Emissao = 9 and Movimento__Ide in (select ide from movimento where sequencia in ('SEQ1','SEQ2'))

713Rejeição: Tipo de Emissão diferente de 6 ou 7 para contingência da SVC acessada

714Rejeição: NFC-e com opção de contingência inválida (tpEmis=2, 4 (a critério da UF) ou 5)

715Rejeição: NFC-e com finalidade inválida

716Rejeição: NFC-e em operação não destinada a consumidor final

717Rejeição: NFC-e em operação não presencial

718Rejeição: NFC-e não deve informar IE de Substituto Tributário

719Rejeição: NF-e sem a identificação do destinatário

720Rejeição: Na operação com Exterior deve ser informada tag idEstrangeiro

721Rejeição: Operação interestadual deve informar CNPJ ou CPF

723Rejeição: Operação interna com idEstrangeiro informado deve ser para consumidor final

724Rejeição: NF-e sem o nome do destinatário

725Rejeição: NFC-e com CFOP inválido {nItem:nnn}
  • Como a mensagem informa, deve ser verificado o CFOP, mas em maioria este caso ocorre quando há uma tentativa de emitir nfc-e para um estado diferente do estado do emitente, ou seja, se o estado na minha filial é RJ, só posso emitir nfc-e para dentro do RJ, a emissão para destinatarios residentes em outros estados, deve ser feita no modelo 55 (NF-e.)

  • Possivel solução


726Rejeição: NF-e sem a informação de endereço do destinatário

727Rejeição: Operação com Exterior e UF diferente de EX

728Rejeição: NF-e sem informação da IE do destinatário

729Rejeição: NFC-e com informação da IE do destinatário

730Rejeição: NFC-e com Inscrição Suframa

731Rejeição: CFOP de operação com Exterior e idDest <> 3

732Rejeição: CFOP de operação interestadual e idDest <> 2

733Rejeição: CFOP de operação interna e idDest <> 1

734Rejeição: NFC-e com Unidade de Comercialização inválida

735Rejeição: NFC-e com Unidade de Tributação inválida

736Rejeição: NFC-e com grupo de Veículos novos

737Rejeição: NFC-e com grupo de Medicamentos

738Rejeição: NFC-e com grupo de Armamentos

740Rejeição: Item com Repasse de ICMS retido por Substituto Tributário {nItem:nnn}

741Rejeição: NFC-e com Partilha de ICMS entre UF

742Rejeição: NFC-e com grupo do IPI

743Rejeição: NFC-e com grupo do II

745Rejeição: NF-e sem grupo do PIS

746Rejeição: NFC-e com grupo do PIS-ST

748Rejeição: NF-e sem grupo da COFINS

749Rejeição: NFC-e com grupo da COFINS-ST

750Rejeição: NFC-e com valor total superior ao permitido para destinatário não identificado (Código) {Limite}
  • Este caso ocorre quando é emitida nota com valor superior a R$10.000 para nfc-e sem consumidor informado. esse valor varia de acordo com a sefaz de cada estado, deve ser verificado o limite e informado um cliente para essa nfc-e.
Esse valor pode variar de Estado para Estado. O valor de R$ 10.000,00 é apenas um valor padrão, adotado pela Sefaz Nacional, mas as Sefaz Estaduais poderão alterá-lo, para mais ou para menos.

751Rejeição: NFC-e com valor total superior ao permitido para destinatário não identificado (Nome) {Limite}
  • Este caso ocorre quando é emitida nota com valor superior a R$10.000 para nfc-e sem Nome do Destinatário informado (xNome). esse valor varia de acordo com a sefaz de cada estado, deve ser verificado o limite e informado um nome para esse cliente nessa nfc-e.
Esse valor pode variar de Estado para Estado. O valor de R$ 10.000,00 é apenas um valor padrão, adotado pela Sefaz Nacional, mas as Sefaz Estaduais poderão alterá-lo, para mais ou para menos.

752Rejeição: NFC-e com valor total superior ao permitido para destinatário não identificado (Endereço) {Limite}
  • Este caso ocorre quando é emitida nota com valor superior a R$10.000 para nfc-e sem Endereço do Destinatário informado (enderDest). esse valor varia de acordo com a sefaz de cada estado, deve ser verificado o limite e informado um endereço para o cliente nessa nfc-e.
Esse valor pode variar de Estado para Estado. O valor de R$ 10.000,00 é apenas um valor padrão, adotado pela Sefaz Nacional, mas as Sefaz Estaduais poderão alterá-lo, para mais ou para menos.

753Rejeição: NFC-e com Frete

754Rejeição: NFC-e com dados do Transportador

755Rejeição: NFC-e com dados de Retenção do ICMS no Transporte

756Rejeição: NFC-e com dados do veículo de Transporte

757Rejeição: NFC-e com dados de Reboque do veículo de Transporte

758Rejeição: NFC-e com dados do Vagão de Transporte

759Rejeição: NFC-e com dados da Balsa de Transporte

760Rejeição: NFC-e com dados de cobrança (Fatura, Duplicata)

761Rejeição: Código de Produtos ANP inexistente

762Rejeição: NFC-e com dados de compras (Empenho, Pedido, Contrato)

763Rejeição: NFC-e com dados de aquisição de Cana

764Rejeição: Solicitada resposta síncrona para Lote com mais de uma NF-e (indSinc=1)

765Rejeição: Lote só poderá conter NF-e ou NFC-e

766Rejeição: Item com CST indevido {nItem:nnn}

767Rejeição: NFC-e com somatório dos pagamentos diferente do total da Nota Fiscal

768Rejeição: NF-e não deve possuir o grupo de Formas de Pagamento

769Rejeição: A critério da UF NFC-e deve possuir o grupo de Formas de Pagamento

770Rejeição: NFC-e autorizada há mais de 24 horas.
  • Neste caso a nota passou do prazo para cancelamento:
    • NFC-e / CF-e = 30 minutos
    • NF-e = 24 h (varia em alguns estados, depende da SEFAZ)
    • Mdf-e

771Rejeição: Operação Interestadual e UF de destino com EX

772Rejeição: Operação Interestadual e UF de destino igual à UF do emitente

773Rejeição: Operação Interna e UF de destino difere da UF do emitente

774Rejeição: NFC-e com indicador de item não participante do total

775Rejeição: Modelo da NFC-e diferente de 65

776Rejeição: Solicitada resposta síncrona para UF que não disponibiliza este atendimento (indSinc=1)

777Rejeição: Obrigatória a informação do NCM completo
  • Deve-se verificar o ncm do produto, geralmente o validador informara qual o numero do produto, mas caso não mostre, deve verificar qual NCM possui menos de 8 digitos.

778Rejeição: Informado NCM inexistente {nItem:nnn}

779Rejeição: NFC-e com NCM incompatível

780Rejeição: Total da NFC-e superior ao valor limite estabelecido pela SEFAZ {Limite}

781Rejeição: Emissor não habilitado para emissão da NFC-e

782Rejeição: NFC-e não é autorizada pelo SCAN

783Rejeição: NFC-e não é autorizada pela SVC

784Rejeição: NFC-e não permite o evento de Carta de Correção

785Rejeição: NFC-e com entrega a domicílio não permitida pela UF

786Rejeição: NFC-e de entrega a domicílio sem dados do Transportador
  • A rejeição "786 - NFC-e de entrega a domicílio sem dados do Transportador" ocorre quando é emitida uma NFC-e sem dados de Transportador (Campo: transporta) e o Indicador de presença do comprador (Campo: indPres) for igual a "4 - NFC-e em operação com entrega a domicílio”

  • Exemplo: Foi emitida uma NFC-e sem os dados de Transportador e com o Indicador de presença igual a "4 - NFC-e em operação com entrega a domicílio". Nessa situação a NFC-e será rejeitada pelo motivo 786.

  • Para corrigir, deve-se executar os comandos abaixo no UtilitarioDB, nessa ordem e separadamente, realizando as devidas alterações:

  • 1° Comando

    • update movimento SET Valor_Outro = Valor_Frete where Ide = ''

  • 2° Comando

    • update Movimento_Produto SET Valor_Outro = Valor_Frete where Movimento__Ide = ''

  • 3° Comando

    • update movimento SET Valor_Frete = 0.00 where Ide = ''

  • 4° Comando

    • update Movimento_Produto SET Valor_Frete = 0.00 where Movimento__Ide = ''

787Rejeição: NFC-e de entrega a domicílio sem a identificação do destinatário

788Rejeição: NFC-e de entrega a domicílio sem o endereço do destinatário

789Rejeição: NFC-e para destinatário contribuinte de ICMS

790Rejeição: Operação com Exterior para destinatário Contribuinte de ICMS

791Rejeição: NF-e com indicação de destinatário isento de IE, com a informação da IE do destinatário

792Rejeição: Informada a IE do destinatário para operação com destinatário no Exterior

793Rejeição: Valor do ICMS relativo ao Fundo de Combate à Pobreza na UF de destino difere do calculado {nItem:999}

794Rejeição: NF-e com indicativo de NFC-e com entrega a domicílio

795Rejeição: Total do ICMS desonerado difere do somatório dos itens

796Rejeição: Empresa sem Chave de Segurança para o QR-Code

798Rejeição: Valor total do ICMS relativo Fundo de Combate à Pobreza (FCP) da UF de destino difere do somatório do valor dos itens

799Rejeição: Valor total do ICMS Interestadual da UF de destino difere do somatório dos itens

800Rejeição: Valor total do ICMS Interestadual da UF do remetente difere do somatório dos itens

805Rejeição: A SEFAZ do destinatário não permite Contribuinte Isento de Inscrição Estadual
  • neste caso deve-se alterar o cliente do movimento para não contribuinte

806Rejeição: Operação com ICMS-ST sem informação do CEST

807Rejeição: NFC-e com grupo de ICMS para a UF do destinatário

817Rejeição: Unidade Tributável incompatível com o NCM informado na operação com Comércio Exterior [nItem:nnn] -
  • Possivel solução

  • Verificar as unidades tributaveis para o exterior, configurar nos produtos da nota


854Rejeição: Unidade Tributável incompatível com produto informado {nItem:nnn}

855Rejeição: Somatório percentuais de GLP derivado do petróleo, GLGNn e GLGNi difer

856Rejeição: Campo valor de partida não preenchido para produto GLP {nItem: nnn}

857Rejeição: Informado Duplicata Mercantil como Forma de Pagamento

858Rejeição: Grupo de Tributação informado indevidamente {nItem: nnn}

859Rejeição: Total do FCP retido anteriormente por Substituição Tributária difere d

860Rejeição: Valor do FCP informado difere de base de cálculo

Comando para ajustar pelo banco de dados o erro: update Movimento_Produto set vFCP = Base_ICMS * 0.02 where movimento__ide = 'xxxxxxxxxxxxxxxxxxx'

OBS: Trocar o X pelo número do movimento a ser reajustado

861Rejeição: Total do FCP difere do somatório dos itens

862Rejeição: Total do FCP ST difere do somatório dos itens

863Rejeição: Total do IPI devolvido difere do somatório dos itens

864Rejeição: NF-e com indicativo de Operação presencial, fora do estabelecimento

865Rejeição: Total dos pagamentos menor que o total da nota

866Rejeição: Ausência de troco quando o valor dos pagamentos informados for maior

867Rejeição: Grupo Duplicata não deve ser preenchido

868Rejeição: Grupos Veiculo Transporte e Reboque não devem ser informados

869Rejeição: Valor do troco incorreto

870Rejeição: Data de validade incompatível com data de fabricação {nItem:nnn}

871Rejeição: O campo Forma de Pagamento deve ser preenchido com a opção “Sem Pagamento”

Em operações que não sejam do tipo devolução:

  • Está emitindo sem informar o financeiro. Ajuste a operação em Configurações > Operações > Abra a operação em uso > Habilite a opção "permite emissão de nota sem receber"

Em devoluções:

  • Foi utilizado uma operação do tipo devolução, com a marcação para permitir emitir nota sem informar o financeiro. Devolução por padrão já não é obrigatório a informação do pagamento, então se habilitar esta opção dará conflito. Ajuste a operação em Configurações > Operações > Abra a operação em uso > Desmarque a opção "permite emissão de nota sem receber"

872Rejeição: Informado Duplicata Mercantil como Forma de Pagamento

873Rejeição: Operação com medicamentos não informado os campos de rastreabilidade {nItem:nnn}

874Rejeição: Percentual de FCP inválido {nItem:nnn}

875Rejeição: Percentual de FCP ST inválido {nItem:nnn}

876Rejeição: Operação interestadual para Consumidor Final e valor do FCP informado

877Rejeição: Nota Fiscal sem a informação da URL de consulta por chave de acesso

878Rejeição: Endereço do site da UF da Consulta por chave de acesso diverge do previsto
  • Endereços webservices invalidos ou incorretos. Para consultar os webservices, acesse nossa pagina de Endereços Webservices

879Rejeição: Informado item “Produzido em Escala NÃO Relevante” e não informado CNPJ do Fabricante

900Rejeição: Rejeição data de vencimento da parcela não informada ou menor que a data de emissão

923Rejeição: Referenciado documento de operação interna em operação interestadual ou com o exterior

930Rejeição: Rejeição: CST com benefício fiscal e não informado o código de benefício fiscal [nItem: nnn]

932Rejeição: Informada modalidade de determinacao da BC da ST como MVA

999Rejeição: Erro não catalogado (informar a mensagem de erro capturado no tratamento da exceção) - Erro genérico, deve ser consultado no Validador (pode buscar o erro do validador [aqui](https://www.vrsystem.info/publico/post.aspx?Id=354b9bb8-2d87-4bd7-9750-34755bd127b8)) e nos enviado um print do retorno, caso não consiga identificar. - Comumente se trata de um erro na cidade do emitente, na configuração da filial, Verifique se está devidamente acentuada.
____

VEJA TAMBEM:


Listagem de codigos acima foi encontrada no Manual de Orientação do Contribuinte

Oliveiracriado em 02 dez 2020 alterado em 22 fev 2024

Base conhecimento Comercial Saidas

7142 | 23